Embarcação de pesca irregular é apreendida em Porto de Galinhas

Tartarugas Marinhas estavam morrendo após ficarem presas nas redes de pesca

Deputada estadual Priscila Krause foi a entrevistada desta quarta-feira (21) no Folha PolíticaDeputada estadual Priscila Krause foi a entrevistada desta quarta-feira (21) no Folha Política - Foto: Julya Caminha/Folha de Pernambuco

Uma embarcação com pesca irregular foi apreendida na praia de Porto de Galinhas, em Ipojuca, Litoral Sul de Pernambuco, na tarde desta quinta-feira (1°). A ação conjunta da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), do Ibama e da Polícia Federal apreendeu ainda uma rede de espera de 1.200 metros e 150 quilogramas de pescados.

O proprietário do barco usado na atividade ilegal foi multado em R$ 3.300 – valor estipulado pela legislação ambiental. Para a atividade pesqueira é necessária autorização emitida pela Secretaria de Pesca do Governo Federal.

A fiscalização ocorreu após denúncia realizada à CPRH a respeito do aumento das mortes de tartarugas marinhas na região. Segundo o relato, os animais morrem após ficarem presos nas redes de pesca. A ação contou com a participação de quatro agentes da unidade de fauna da CPRH, quatro do Ibama, sete da Prefeitura de Ipojuca e dois policiais federais.

Sardinha, corvina, pescada e serra foram encontrados no barco e foram doados à Mesa Brasil, entidade carente que trabalha com alimentos na área da Ceasa, no Recife.

Veja também

Covid-19: testes devem ter papel maior nas viagens internacionais
Coronavírus

Covid-19: testes devem ter papel maior nas viagens internacionais

Áustria instaura toque de recolher a partir de terça-feira e fecha hotéis e restaurantes
Pandemia

Áustria instaura toque de recolher a partir de terça-feira e fecha hotéis e restaurantes