Encontro debate de temas como raça, gênero e transexualidade

Haverá também a presença da assistente social Valdenice José Raimundo, líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Raça, Gênero e Políticas Públicas da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap).

Teatro de Santa Isabel, no RecifeTeatro de Santa Isabel, no Recife - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

 

O Centro de Convenções de Olinda, na Região Metropolitana do Recife, abriga hoje o 2º Congresso Marista de Educandos e Famílias. O encontro, que começa às 10h30, reunirá especialistas e 100 estudantes em torno de discussões de temas como raça, gênero e transexualidade. A primeira atividade é uma redonda com padre Alex Gonçalves Pin. Haverá também a presença da assistente social Valdenice José Raimundo, líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Raça, Gênero e Políticas Públicas da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap).
O padre Alex Gonçalves Pin trabalha com pessoas homoafetivas há cinco anos e é orientador espiritual do Grupo Diversidade Cristã de Brasília, que debate as novas configurações de família e busca incluir debate sobre questões de gênero nas escolas. “A humanidade nunca viveu bem a sexualidade. Temos dificuldade em viver e falar da nossa sexualidade, é um desafio compartilhar nossas experiências e vivências.

O fato da gente não falar dessas temáticas, inclusive para a igreja, faz com que esses assuntos virem dogmas. Hoje, a gente consegue desmistificar alguns aspectos, não só da sexualidade. O problema é a normatização sem reflexão, é a falta de diálogo”, avaliou.
Em paralelo, o espaço também recebe a 5º Congresso Internacional Marista de Educação, organizado pela União Marista do Brasil, e que acontece a cada quatro anos em uma cidade do país. Mais de dois mil congressistas participam do evento, que acaba hoje às 17h30. Segundo Ricardo Mariz, um dos organizadores, o Pernambuco tem chamado a atenção com os índices positivos de educação.

 

Veja também

Acusado de acidente que matou mulher na Estrada de Aldeia é liberado após pagar fiança de R$ 200 mil
RMR

Acusado de acidente que matou mulher na Estrada de Aldeia é liberado após pagar fiança de R$ 200 mil

TI Afogados operará como integração temporal a partir deste sábado, 31
Mobilidade

TI Afogados operará como integração temporal a partir deste sábado, 31