Enem bate recorde de notas mil na redação desde 2011, mas desempenho geral cai

No total, 55 estudantes obtiveram a nota máxima no texto, que teve como tema 'Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet'

Enem.Enem. - Foto: Arthur Mota/Arquivo Folha de Pernambuco

As notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 já foram liberadas para os mais de 4,1 milhões de candidatos, que podem acessá-las através da Página do Participante e no aplicativo Enem 2018. Com o tema “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”, a edição do ano passado teve o maior número de participantes com a nota máxima na redação, desde 2011. No total, 55 estudantes obtiveram a nota mil.

O número de estudantes que zeraram a redação caiu, passando de 309.157, em 2017, o que representou 6,54% do total de candidatos, para 112.559 em 2018, 2,73% do total de participantes. Apesar dos resultados positivos nas notas máximas e mínimas, a média de desempenho na redação caiu em 2018 em relação a 2017. A nota média dos estudantes nessa prova em 2017 foi 558 pontos. Em 2018, foi 522,8 pontos.

Leia também:
Liberados os resultados do Enem 2018; confira
Enem, Sisu, Fies e Prouni: veja o calendário para o ensino superior em 2019.1


Para o estudante do Colégio Marista São Luís, Pedro de Araújo Branco, de 17 anos, o tema da redação estava mais conectado ao público que faz as provas do Enem. “Minha nota na redação foi 960, e gostei muito do tema. Achei mais fácil desenvolvê-lo. Esperava alcançar uma boa nota, mas nunca podemos ter certeza, vai muito do corretor também”, declarou. Na média geral, a nota de Pedro foi 815 e ele espera conseguir passar para o curso de Medicina na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) através do Sisu.

Quem também considerou o tema da redação, mais fácil do que na edição de 2017 - “Desafios para formação educacional de surdos no Brasil”, cujo maior motivo para zerar a redação foi à fuga ao tema - foi a estudante da Escola Estadual de Referência em Ensino Médio (Erem) Paulista, Alice Silva, de 17 anos.

“Achei muito fácil de escrever sobre essa questão da manipulação de dados, que fornecemos muitas vezes sem perceber”, afirmou. Ela, que quer cursar Direito na UFPE, obteve 700,4 na média geral.

Espelho
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgará no dia 18 de março o espelho da redação, ou seja, detalhes da correção dessa prova. Isso é feito após os processos seletivos dos programas federais. A correção tem função apenas pedagógica e não é possível interpor recurso.

A nota dos treineiros, aqueles que ainda não concluíram o ensino médio e fizeram a prova apenas para testar os conhecimentos, também será divulgada no dia 18 de março.

Veja também

Pernambuco registra 1.450 novos casos e 29 óbitos por Covid-19
Coronavírus

Pernambuco registra 1.450 novos casos e 29 óbitos por Covid-19

Covid-19: entidade orienta sobre vacinação em pacientes reumáticos
Saúde

Covid-19: entidade orienta sobre vacinação em pacientes reumáticos