PERNAMBUCO

Engavetamento com mais de 10 veículos deixa várias vítimas na BR-232, em Pombos, no Agreste

Um incêndio na via teria "prejudicado a visibilidade e que teria ocasionado um sinistro", segundo a PRF

Acidente aconteceu na BR-232, em Vitória de Santo AntãoAcidente aconteceu na BR-232, em Vitória de Santo Antão - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um engavetamento envolvendo mais de 10 veículos deixou várias vítimas na manhã desta quarta-feira (25), no quilômetro 51 do sentido Caruaru da BR-232, em Pombos, no Agreste de Pernambuco.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que são 11 veículos. Entre os carros envolvidos, estão uma ambulância, uma viatura do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Civil de Pernambuco e um caminhão com gado.

Acionada por volta das 10h45, a PRF disse que as primeiras informações são de um "incêndio à margem da via, prejudicando visibilidade e que teria ocasionado um sinistro". 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado por volta das 11h. Ao todo, quatro viaturas foram encaminhadas ao local, sendo duas do município de Vitória de Santo Antão, uma de Pombos e outra de Moreno.

Um homem, de 38 anos, e uma mulher, de 68 anos, foram levados para o Hospital Regional João Murilo, em Vitória; um homem, de 67 anos, foi transferido para o Hospital da Restauração, no Recife, e um outro homem, de 38 anos, está em atendimento pelos socorridas.

"Até o momento, a informação é de que não há mortos", afirmou a PRF às 12h. O Corpo de Bombeiros também esteve na área do acidente.

Devido ao ocorrido, o trânsito no local ficou lento. O tráfego de veículos passou a ocorrer pelo acostamento até a total liberação da via, por volta das 15h19, segundo informações da PRF.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Folha de Pernambuco (@folhape)

 

Veja também

De homem ativo a um corpo "em estado caquético": quem era "Tio Paulo", levado para banco
Rio de Janeiro

De homem ativo a um corpo "em estado caquético": quem era "Tio Paulo", levado para banco

Apenas 22% do público-alvo se vacinou contra a gripe
dengue

Apenas 22% do público-alvo se vacinou contra a gripe

Newsletter