Ensaio da Pitombeira abre prévias do Carnaval de Olinda

Uma multidão tomou conta das ladeiras do Sítio Histórico da cidade para acompanhar o primeiro ensaio aberto da troça carnavalesca

Ansiosos: foliões lotaram as ladeiras olindenses para ver a Pitombeira passarAnsiosos: foliões lotaram as ladeiras olindenses para ver a Pitombeira passar - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Uma multidão tomou conta das ladeiras de Olinda, no domingo (30), para acompanhar o primeiro ensaio aberto da Pitombeira dos Quatro Cantos. Com isso, a troça carnavalesca, que desfila pela cidade desde 1947, abriu oficialmente as prévias que antecedem o Carnaval 2019, que acontece no dia 5 de março.

“A partir de agora até o Carnaval, a cada 15 dias nos reuniremos para levar alegria e descontração pelas ruas da nossa Olinda com nosso ensaio. O evento, por sinal, termina atraindo tanta gente quanto no próprio Carnaval olindense, que só começa oficialmente depois que a Pitombeira dos Quatro Cantos abre os festejos”, comentou o músico da orquestra do Pitombeira, Antônio Roberto da Silva, mais conhecido como Roberto Tampinha, de 68 anos, e há 20 no comando vocal da troça.

Leia também:
O Carnaval de volta às raízes do engajamento
Olinda fica sem luz durante as prévias


Estreando nas prévias de Olinda, a estudante de João Pessoa, capital da Paraíba, Isabela França, 17 anos, ficou abismada com a magnitude do evento. “Foi a primeira vez que tive a oportunidade de participar dessa grande festa. Confesso que me encantei. É tudo muito tranquilo e bastante organizado”, revela a jovem, que ficou impressionada com o número de policiais que circulavam pelo sítio histórico. “Eu sei que a violência está grande, mas achei um exagero essa quantidade de policiamento tão concentrado em um único local”, completa a jovem.

Assim como ela, o morador há 55 anos da Cidade Alta, Marcelo Brandão, destacou esse policiamento. “Não é que estejamos achando ruim, mas essa quantidade tão grande de policiais não é normal. Durante o Carnaval mesmo não tem a metade do que estamos vendo hoje”, afirmou Brandão. Conforme a reportagem constatou, segurança era o que não faltava.

Em cada esquina, e acompanhando o ensaio da Pitombeira, o efetivo policial, dividido entre militares e batalhão de choque, estava em massa durante todo o percurso, que durou cerca de duas horas. A reportagem entrou em contato com a Polícia Militar de Pernambuco para checar o número real de policiais mobilizados na segurança da prévia carnavalesca, mas até o fechamento da edição desta segunda-feira da Folha de Pernambuco não tivemos retorno.

Veja também

Remédios para câncer podem sofrer 'apagão' no Brasil por falta de verba federal
SAÚDE

Remédios para câncer podem sofrer 'apagão' no Brasil por falta de verba federal

Astronautas chineses retornam à Terra após missão espacial de 90 dias
retorno à terra

Astronautas chineses retornam à Terra após missão espacial de 90 dias