Entrevista Debora Bloch

“Envelhecer é uma merda”, desabafa Debora Bloch

Atriz fez vários elogios ao filme "Aquarius", de Kléber Mendonça Filho

Decisão do TCE-PEDecisão do TCE-PE - Foto: .

Em entrevista a revista TPM, Debora Bloch, a eterna “Bete Balanço”, falou sobre a idade, relembrou a carreira, criticou o machismo e abriu o jogo sobre a sua relação com o corpo. Aos 53 anos, a atriz questiona a forma como a sociedade brasileira encara o passar dos anos. “Envelhecer é uma merda porque a gente vive numa sociedade que cultua muito a juventude e não dá o devido valor à sabedoria e à experiência. Mas tem um lado bom: o tempo é um aliado do ator. Quanto mais vivência ele acumula, mais material ele tem para trabalhar. Estou me preparando há anos para um papel como o da Elisa, o mais difícil da minha carreira.”, desabafou a atriz.

Durante o papo, a atriz fez vários elogios a “Aquarius”, filme do diretor pernambucano Kleber Mendonça Filho que concorreu à Palma de Ouro em Cannes este ano. “Kleber prestou um serviço a todas as mulheres nesse filme. Ali você vê Clara [Sonia Braga], uma mulher de 60 anos, bela, independente, sexualmente ativa, sem precisar viver com um homem para ser feliz. Acho muito mala essa coisa da Bridget Jones, da mulher que passa a vida sofrendo, correndo atrás do príncipe encantado. Precisamos de mais Claras nas telas do cinema”, defende.

 

Debora Bloch em

Foto: Debora Bloch em "Bete Balanço", filme de 1984
Créditos: Reprodução

Feminista declarada, Debora confessou ter feito um aborto aos 20 anos de idade e se mostrou a favor da descriminalização do procedimento. Também disse estar assustada com o surgimento de um movimento “careta, reacionário e retrógrado”. “Como ainda pode existir, nos dias de hoje, alguém com um pensamento fascista como o Jair Bolsonaro?”, questionou.

Na entrevista, Débora também revelou que usa o mesmo manequim 38 desde 1984. “Mas tem peças que hoje só cabem na minha filha. Eu olho e penso: ‘Como é que eu já entrei nessa roupa?’”, brinca. Adepta ao pilates, natação e musculação, conta ter prazer em fazer exercício físico e cuidar da alimentação. “Essa coisa da disciplina é herança dos tempos de balé na adolescência. E meu trabalho exige isso porque a TV te engorda, te aumenta.”, disse. 

 

 

Veja também

Fóssil raro de inseto voador é encontrado na Bacia do Araripe
animal

Fóssil raro de inseto voador é encontrado na Bacia do Araripe

Hospital Veterinário terá mil vagas para castração gratuita em novembro. Saiba como agendar
RECIFE

Hospital Veterinário terá mil vagas para castração gratuita em novembro. Saiba como agendar