Afeganistão

Enviado dos EUA reúne-se com diplomata talibã e pressiona por direitos das mulheres

Desde que retornaram ao poder no ano passado, os talibãs impuseram duras restrições à sociedade civil, muitas voltadas aos direitos vigentes de mulheres e meninas

Roupas femininas na oficina de uma empresa dirigida por mulheres em Kandahar em 21 de maio de 2022Roupas femininas na oficina de uma empresa dirigida por mulheres em Kandahar em 21 de maio de 2022 - Foto: Javed Tanveer / AFP

O enviado especial dos Estados Unidos ao Afeganistão reuniu-se com o chefe da diplomacia dos talibãs neste sábado (21) e reforçou a oposição internacional ao tratamento do grupo dirigido a mulheres e meninas.

Desde que retornaram ao poder no ano passado, os talibãs impuseram duras restrições à sociedade civil, muitas voltadas aos direitos vigentes de mulheres e meninas.

No começo deste mês, o líder supremo afegão determinou que mulheres se cobrissem totalmente em público, incluindo seus rostos, idealmente com a tradicional burca.

"As meninas precisam voltar à escola, as mulheres, ter liberdade de circulação e trabalho sem restrições para o progresso da normalização das relações", escreveu o enviado especial americano ao Afeganistão, Thomas West, no Twitter, a respeito de seu encontro no Catar com o ministro das Relações Exteriores talibã, Amir Khan Mutaqi.

Os dois também conversaram sobre a estabilização econômica no Afeganistão e preocupações sobre ataques contra civis, acrescentou West.

O país vive à beira do desastre econômico, depois que vários países congelaram os bens afegãos no exterior e cortaram a ajuda.

"Os diálogos vão continuar em apoio ao povo afegão e a nossos interesses nacionais", escreveu West em sua postagem.

Veja também

Pernambuco confirma mais seis mortes e 2.911 casos de Covid-19
Coronavírus

Pernambuco confirma mais seis mortes e 2.911 casos de Covid-19

Chefes da diplomacia de EUA e China se reúnem em Bali esta semana
Relações internacionais

Chefes da diplomacia de EUA e China se reúnem em Bali esta semana