Chuvas no RS

Equipes da Defesa Civil e Bombeiros Militares de Pernambuco chegam ao Rio Grande do Sul

Militares foram designados para atuar na região de Lajeado para realizar buscas por 39 pessoas desaparecidas

Foram enviadas sete viaturas de salvamento, equipadas com materiais específicos para resgate de vítimas ilhadas e três botes infláveisForam enviadas sete viaturas de salvamento, equipadas com materiais específicos para resgate de vítimas ilhadas e três botes infláveis - Foto: Cicom/SDS/Divulgação

Depois de quatro dias de viagem por via terrestre, chegaram ao Rio Grande do Sul, nessa terça-feira (14), os quatro agentes da Defesa Civil e os 21 bombeiros militares de Pernambuco, enviados para missão humanitária no estado, que passa por catástrofe climática.  

Os servidores, que partiram do Recife na sexta-feira (10), possuem expertises em desastres, resgates, busca, salvamento e sistemas de monitoramento. Eles serão integrados às demais Forças de Segurança que atuam voluntariamente no Sul do Brasil.

Os militares do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE) já foram designados, pelo comando da operação no RS, para atuar na região de Lajeado, que fica a 120 km de Porto Alegre.

No local, a missão será realizar as buscas por 39 pessoas desaparecidas, decorrente de deslizamentos de barreiras. O efetivo já se deslocou para a cidade e deve iniciar os trabalhos ainda nesta quarta-feira (15).

Ao todo, foram enviadas sete viaturas de salvamento, equipadas com materiais específicos para resgate de vítimas ilhadas e três botes infláveis para salvamento, com motores de popa.

Segundo o Governo de Pernambuco, os dois cães que iriam compor o efetivo, não vão mais participar da "Missão PE/RS" por orientação do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul, devido ao nível da água, que continua subindo.

Para o CBMPE, esta é a maior mobilização com pessoal e equipamentos para apoiar outro estado que sofre com catástrofes naturais. 

“Passamos por trânsitos pesados, muito sol, chuvas, nevoeiros e temperaturas frias no Sudeste e Sul do país. Fizemos 10 paradas (abastecimento) ao longo do percurso, totalizando aproximadamente 3.877 km", afirmou o gerente de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil do Estado, capitão BM Marco Filipo.

Durante os quatro dias de viagem, a equipe pernambucana teve o apoio de outras corporações, como o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, nas cidades de Feira de Santana e Vitória da Conquista, e o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, na cidade de Governador Valadares.

Também receberam apoio do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar de São Paulo, na cidade de Franco da Rocha; e o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, na cidade de Içara.

"Toda a cooperação encontrada durante o trajeto, seja nos Corpos de Bombeiros, seja no contato com a população que nos aborda na rua festejando a nossa chegada, tem aumentado ainda mais a nossa vontade de fazer o melhor para o povo gaúcho”, ressaltou o major BM André.

Veja também

Líderes globais reagem à morte do presidente do Irã, após acidente de helicóptero
MUNDO

Líderes globais reagem à morte do presidente do Irã, após acidente de helicóptero

Resistentes a antibióticos: saiba quais são as 15 bactérias consideradas ameaças à saúde pela OMS
SAÚDE

Resistentes a antibióticos: saiba quais são as 15 bactérias consideradas ameaças à saúde pela OMS

Newsletter