Érica Sena é campeã do Circuito Mundial de Marcha

A campanha da pernambucana, que mora e treina no Equador, teve dois títulos, um segundo e um quarto lugar

Érica Sena, marchadoraÉrica Sena, marchadora - Foto: Wander Roberto/Exemplus/COB

A pernambucana Érica Rocha de Sena (B3 Atletismo), 32 anos, conquistou o título de campeã do Circuito Mundial de Marcha Atlética da IAAF de 2017, somando um total de 34 pontos após a conclusão do calendário. O resultado, histórico para o País, foi confirmado após o quarto lugar obtido por ela na prova dos 20km do Mundial de Londres, no último domingo.

Assim, Érica melhorou a campanha em relação ao ano passado, quando foi terceira colocada. “Esse era um dos meus grandes objetivos neste ano, ganhar o Circuito Mundial. E, graças a Deus, isso foi possível. Já imaginava que seria campeã depois que venci a prova anterior ao Mundial, em La Coruña, na Espanha”, disse Érica.

A pontuação final leva em conta a soma das três melhores pontuações do ano. Para chegar ao título, Érica, que é casada como o marchador equatoriano Andrés Chocho e mora em Cuenca, foi segunda colocada no GP da Ciudad Juárez, campeã no GP de Monterrey (ambos no México), quarta em Taicang (China) e campeã em La Coruña (Espanha), além de quarta no Mundial de Londres.

No masculino, o brasiliense Caio Bonfim (CASO/DF), que ganhou a inédita medalha de bronze no Mundial de Londres, também no último domingo, nos 20 km, terminou em segundo lugar, com 25 pontos, superado apenas pelo colombiano Eider Arévalo, que ficou com o ouro no Mundial e somou 36 pontos. Caio Bonfim treina com João Sena e Gianetti Bonfim, seus pais, em Sobradinho (DF). Na campanha de 2017, além do bronze no Mundial, venceu o GP de Taicang (China) e foi sétimo no GP de Rio Maior (Portugal).

Classificação final

Feminina
1-Erica Rocha de Sena (Brasil), 34 pontos
2-María Guadalupe González (México), 28
3-Inês Henriques (Portugal), 24
4-Ana Cabecinha (Portugal), 24
5-Kimberly García (Peru), 23

Masculina
1-Eider Arévalo (Colômbia), 36 pontos
2-Caio Bonfim (Brasil), 25
3-Andrés Chocho (Equador), 25
4-Lebogang Shange (África do Sul), 20

Veja também

Biden toma posse como presidente dos EUA em meio a crises sanitária e de segurança
Estados Unidos

Biden toma posse como presidente dos EUA em meio a crises sanitária e de segurança

Anvisa não fará retrabalho ao avaliar novo pedido de mais doses do Butantan, diz gerente
Entrevista

Anvisa não fará retrabalho ao avaliar novo pedido de mais doses do Butantan, diz gerente