Folia

Escola de Frevo comemora 25 anos com celebração virtual

Aulas e depoimentos começam neste sábado (6) nos perfis da Prefeitura do Recife no Instagram e no Facebook

Escola de Frevo do RecifeEscola de Frevo do Recife - Foto: Andréa Rêgo Barros/Arquivo PCR

Impedido de sair às ruas, em função de protocolos sanitários que se fazem urgentes para combater o avanço da pandemia, o frevo vai ganhar as redes sociais para celebrar os 25 anos de história, completados neste sábado (6), da Escola de Frevo Maestro Fernando Borges.
 
Mantida pela Secretaria de Cultura e pela Fundação de Cultura da Cidade do Recife, a escola já formou muitas gerações de passistas, difundindo e perpetuando o frevo como expressão da identidade e da cultura recifenses e revelando alternativas e caminhos profissionais para muitos jovens.
 
As comemorações começam neste sábado nos perfis da Prefeitura do Recife no Instagram e no Facebook e seguem por todo o mês de março. Serão divulgados depoimentos de pessoas que fizeram parte da história da escola, entre alunos e professores, que descobriram a dança como meio de vida, embalados pelo ritmo eleito patrimônio cultural imaterial da humanidade. Além disso, serão disponibilizados tutoriais curtinhos de passos tradicionais da extensa biblioteca do frevo, que não para de crescer, nem deixa ninguém ficar parado.
 
Também serão publicados 16 vídeos ao longo do mês de março, cada um ensinando um passo da dança que nasceu da mistura da capoeira com a criatividade e a alegria. Depois de postados, os vídeos ficarão salvos nos Reels do Instagram da Prefeitura do Recife.


Quem ensina a fazer os passos são os quatro professores da Escola: Junior Viegas, Bhrunno Henryque, José Valdomiro, o Minininho, e Werison Fidelis, mais conhecido como Pinho. Para eles, celebrar a Escola de Frevo dançando e ensinando a dançar é, ao mesmo tempo, comemorar a trajetória de cada um que já passou por lá e de tantos que ainda vão chegar, para assegurar e amplificar a tradição e a vocação do frevo e da cultura para transformar vidas.
 
História da escola
A Escola de Frevo foi implantada em 6 de março de 1996, com o objetivo de contribuir para a preservação da cultura pernambucana. Foi pensada inicialmente para atender alunos da Rede Municipal de Ensino. Em 1999, passou a se chamar Escola Municipal de Frevo Maestro Fernando Borges, assumindo a missão de oferecer aulas diárias e gratuitas de frevo para pessoas de todas as idades, fortalecendo uma das mais importantes expressões culturais recifenses e brasileiras.
 
Com aulas interrompidas pela pandemia, a Escola se prepara para a retomada assim que for possível e seguro. Enquanto isso, a equipe debate a revisão e atualização do projeto político-pedagógico e um diagnóstico sobre a estrutura física está sendo concluído para melhorias nas instalações. A Escola de Frevo fica na Rua Castro Alves, no bairro da Encruzilhada.

 

Veja também

Lei estabelece suporte para identificar violência contra crianças e adolescentes
Blog da Folha

Lei estabelece suporte para identificar violência contra crianças e adolescentes

Confinamento na pandemia faz crescer casos de miopia em crianças
Pesquisa

Confinamento na pandemia faz crescer casos de miopia em crianças