Educação

Escolas particulares de Pernambuco não terão aula durante Carnaval

Sala de aula de colégio particularSala de aula de colégio particular - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Os donos de escolas particulares de Pernambuco decidiram que não haverá aulas nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro, período do Carnaval. 

A decisão foi tomada em assembleia do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Pernambuco (Sinepe), nesta sexta-feira (5). Segundo o sindicato, a decisão foi unânime entre os participantes e cabe a cada instituição seguir ou não.

O Governo de Pernambuco anunciou, na semana passada, a suspensão do ponto facultativo no funcionalismo público estadual durante o Carnaval - medida seguida por municípios.

Apesar da suspensão decretada pelo governo e opção inicial dos donos de escolas pelo funcionamento, professores dos estabelecimentos privados exigiam o cumprimento da convenção coletiva de trabalho, que definiu, no calendário escolar, que os três dias de Carnaval são feriados.

"Não houve acordo. Nosso propósito era funcionar. Já que está na convenção, resolevemos cumprir", explicou o diretor-executivo do Sinepe, Arnaldo Mendonça.

Calendário escolar, definido em convenção, com o Carnaval como feriadoCalendário escolar, acertado em convenção coletiva, com as datas do Carnaval como feriado (Foto: Reprodução/Sinepe)

De acordo com Arnaldo, quatro reuniões foram realizadas com os professores, mas as partes não chegaram a um acordo pelo funcionamento durante o Carnaval. "A decisão foi por unanimidade. Negociação é isso", completou.

A categoria dos professores, representada pelo Sindicato dos Professores de Pernambuco (Sinpro), apontava "prejuízo para os estudantes e suas famílias" e para os professores que teriam "seu direito alienado", caso as aulas no período carnavalesco fossem mantidas.

O Sinpro afirmou que ainda não foi notificado da decisão e irá emitir um posicionamento sobre a decisão do Sinepe.

A reportagem procurou a Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco para questionar o funcionamento das escolas estaduais no Carnaval. Segundo a pasta, o Governo do Estado publicou um decreto suspendendo o ponto facultativo e "esse decreto será cumprido também pelos profissionais de Educação".

Veja também

Brasil abre cooperação com Israel para pesquisas no combate à Covid-19
Parceria

Brasil abre cooperação com Israel para pesquisas no combate à Covid-19

Empresa chinesa CanSino manifesta interesse em trazer vacina para o Brasil
Coronavírus

Empresa chinesa CanSino manifesta interesse em trazer vacina para o Brasil