Estado pede para juiz reconsiderar suspensão de reunião sobre as passagens

Por conta do imbróglio jurídico, a reunião para decidir sobre o aumento de passagens ainda não tem data definida

Vereador Samuel Salazar foi o autor da proposta de título de cidadão recifense para o apresentador Márcio BonfimVereador Samuel Salazar foi o autor da proposta de título de cidadão recifense para o apresentador Márcio Bonfim - Foto: Divulgação

A reunião para decidir sobre o aumento das passagens de ônibus na Região Metropolitana do Recife (RMR) - que deveria ter ocorrido na manhã desta sexta-feira (6), mas foi suspensa - ainda não tem uma nova data agendada. Apesar disso, o Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM) está em reunião desde 16h para deliberar sobre outros assuntos.

Leia mais:
» Justiça cancela debate sobre aumento de passagens de ônibus no Grande Recife
» Empresas pedem 33% de reajuste na passagem de ônibus


A decisão de suspender a reunião que trataria do aumento foi tomada após pedido do membro do CSTM Márcio José da Silva Moraes. A solicitação foi acatada pelo juiz Heriberto Carvalho Galvão na quinta (5). O Estado entrou com um pedido de reconsideração no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), que deve ser decidido pelo mesmo juiz.

A proposta do setor empresarial é de um aumento de 33,9%, o que elevaria o anel A - utilizado por cerca de 75% dos usuários - de R$ 2,80 para R$ 3,75; e o B, de R$ 3,85 para R$ 5,15.

Veja também

Estudantes relatam temor de contágio e ansiedade antes do Enem
Enem

Estudantes relatam temor de contágio e ansiedade antes do Enem

Área técnica da Anvisa recomenda aprovação da Coronavac
Vacina

Área técnica da Anvisa recomenda aprovação da Coronavac