Notícias

Estreia de filmes sobre Suzane von Richthofen é adiada devido ao coronavírus

As exibições estavam programadas para começarem no dia 19 de março e a data de estreia oficial era de 2 de abril

Carla Diaz interpreta Suzane von RichthofenCarla Diaz interpreta Suzane von Richthofen - Foto: Divulgação

Duas das estreias nacionais mais aguardadas e controversas do ano, os filmes "A Menina que Matou os Pais" e "O Menino que Matou Meus Pais" tiveram suas estreias adiadas devido à pandemia de coronavírus.

As exibições estavam programadas para começarem no dia 19 de março e a data de estreia oficial era de 2 de abril.

Os longas, dirigidos por Mauricio Eça, narram a história do Caso Richthofen: o primeiro a partir do ponto de vista de Suzane von Richthofen e o segundo, de seu ex-namorado, Daniel Cravinhos.

Leia também:
Cardi B diz estar em pânico por coronavírus e estocando comida
Coronavírus faz Globo rever plateia em programas de Faustão, Huck e Fátima Bernardes


"A saúde e o bem-estar do público são prioritários para a Galeria Distribuidora e a Santa Rita Filmes. Por esta razão, o lançamento dos filmes 'A Menina que Matou os Pais' e 'O Menino que Matou Meus Pais', sobre o caso Von Richthofen, será adiado pela pandemia de coronavírus (covid-19), decretada pela Organização Mundial da Saúde", diz o comunicado liberado pela distribuidora.

Apesar de as estreias estarem mantidas para 2020, ainda não há nova data ou previsão para que os filmes cheguem às telonas.

Veja também

De homem ativo a um corpo "em estado caquético": quem era "Tio Paulo", levado para banco
Rio de Janeiro

De homem ativo a um corpo "em estado caquético": quem era "Tio Paulo", levado para banco

Apenas 22% do público-alvo se vacinou contra a gripe
dengue

Apenas 22% do público-alvo se vacinou contra a gripe

Newsletter