Tecnologia

Estrutura no Bairro do Recife convida público a conhecer o Arco da Conceição por realidade aumentada

O monumento do período colonial foi demolido em 1913 para viabilizar o tráfego no bairro

Estrutura possibilita conhecer o Arco da ConceiçãoEstrutura possibilita conhecer o Arco da Conceição - Foto: Marconi Meireles/Folha de Pernambuco

Imagina ser teletransportado para o passado e conhecer antigas estruturas da sua cidade com o uso da tecnologia? Na capital pernambucana, isso já é possível.

Uma estrutura com um QR-Code, instalada no cruzamento da avenida Marquês de Olinda com o Cais da Alfândega, no Bairro do Recife, área central da cidade, possibilita que o usuário, por meio da realidade aumentada, conheça o Arco da Conceição.

Arco da Conceição é visto por meio de tecnologia. Foto: Marconi Meireles/Folha de Pernambuco

O monumento do período colonial foi erguido em 1643, em frente à Ponte Maurício de Nassau, que dá acesso ao Marco Zero. Em 1913, 270 anos após sua construção, o equipamento foi demolido durante as reformas do Porto e do Bairro do Recife, com o objetivo de viabilizar o tráfego na área.

Arco da ConceiçãoArco da Conceição. Foto: Coleção Josebias Bandeira/ Acervo Fundaj

"Para fazer essa viagem de volta ao passado, basta abrir a câmera do celular, ler o código e deixar apontada para a superfície", explicou o prefeito da cidade, João Campos, que divulgou a iniciativa nas redes sociais, estimulando moradores e turistas a vivenciarem a experiência virtual.


Para visualizar a estrutura, é necessário ter acesso à internet. Durante a navegabilidade, é possível conferir, também, informações sobre o monumento por meio de texto que conta um pouco da história do equipamento. 

A reportagem da Folha de Pernambuco esteve no local e fez um tutorial explicando como usar a ferramenta.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Folha de Pernambuco (@folhape)



De acordo com João Campos, a ação é fruto de uma parceria com o Recentro, grupo formado por comerciantes e empresários do centro da cidade com o intuito de gerar atrativos que contribuam com o fomento do município.

O investimento é de R$ 75 mil, sendo R$ 59 mil a solução tecnológica e R$ 16 mil a estrutura. A gestão da cidade informou que o uso da tecnologia está sendo estudado para ser aplicado em outros projetos no Recife.


Veja também

Mulher é assassinada dentro de apartamento em Campo Grande
Feminicídio

Mulher é assassinada dentro de apartamento em Campo Grande

Chile e Bolívia concordam em enfrentar a crise migratória em sua fronteira
América do Sul

Chile e Bolívia concordam em enfrentar a crise migratória em sua fronteira