Estudantes desocupam prédio do IFPE no Recife

Campus estava ocupado desde o dia 20 de outubro, em protesto à PEC do Teto dos Gastos

Detalhe do edital do TJPEDetalhe do edital do TJPE - Foto: reprodução

Os estudantes que ocupavam o campus do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) desde o dia 20 de outubro decidiram encerrar nesta segunda-feira (31) a ocupação, feita em protesto contra a PEC 55 que tramita, agora, no Senado - a antiga PEC 241, quando estava na Câmara dos Deputados - e que estabelece um teto para os gastos públicos nos próximos 20 anos.

A decisão de deixar o campus foi tomada em assembleia dos alunos. Definiram, no entanto, que novos protestos - e possíveis ocupações - podem ser realizados novamente, quando a PEC 55 for votada no Senado. "Como aqui é local de prova, decidimos ter mais flexibilidade. Vamos acumular força para quando a votação da PEC 55 começar no Senado", afirmou o estudante Davi Lira, presidente da União Dos Estudantes Secundarista de Pernambuco (Uespe).

A mobilização continuará realizando, todos os dias, rodas de diálogo, palestras e apresentações culturais.

UFPE

Os estudantes que ocupam quatro prédios da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) também decidem, nesta segunda-feira, se deixam ou não os locais, por causa da realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Na UFPE, estão ocupados os centros de Artes e Comunicação (CAC), de Educação (CE), de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH) e o Núcleo Integrado de Atividades de Ensino (Niate).

Veja também

Elefante-marinho vira atração de surfistas e banhistas no Rio
Rio de Janeiro

Elefante-marinho vira atração de surfistas e banhistas no Rio

Mais de 2.300 idosos de abrigos são beneficiados com recursos para alimentação e higiene
PERNAMBUCO

Mais de 2.300 idosos de abrigos são beneficiados com recursos para alimentação e higiene