Pernambuco

Estudantes do 1º ano do Ensino Médio retornam às aulas presenciais na rede particular

Escolas seguem autorização do Governo de Pernambuco para a volta das atividades

Volta às aulas presenciais no Colégio Dom, em OlindaVolta às aulas presenciais no Colégio Dom, em Olinda - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Estudantes do primeiro ano do Ensino Médio das escolas particulares retornaram às aulas presenciais, nesta terça-feira (20). O reinício se deu seguindo o cronograma do Governo do Estado que, semana passada, já havia liberado as turmas do segundo ano.

Com álcool em gel distribuído ao longo das dependências das escolas, além de sinalização de distanciamento, inclusive em sala de aula, a adesão dos estudantes neste primeiro dia de retorno foi pequena, embora não tenha causado surpresa ao diretor do Colégio Dom, em Olinda, Arnaldo Mendonça. “Nesta primeira semana, já esperávamos a frequência baixa e a tendência é que os alunos voltem, aos poucos, porque há segurança", explica.



À medida em que os pais e os alunos perceberem que não há risco, o número de estudantes tende a aumentar”, ressalta o diretor, que recebeu, nesta terça-feira (20), cerca de vinte estudantes nas duas turmas do primeiro ano do turno da manhã. “Diria que tivemos a presença de 30% do nosso total nos primeiros anos”, acrescenta Arnaldo.

Já o Colégio São Bento, também em Olinda, retomou as aulas dos segundos anos e os primeiros voltam às salas de aula nesta quarta-feira (22). Na sequência, os terceiros anos retornam às atividades presenciais, na quinta-feira (23).

“Internamente, optamos em inverter e recomeçar pelos segundos anos. Acolhemos hoje [terça-feira] os 50% recomendados e seguimos com o ensino remoto também", contou a supervisora pedagógica da unidade, Cláudia Germana.

Máscaras brancas
Os alunos do primeiro ano da CFC, no Rosarinho, Zona Norte do Recife, voltaram às aulas presenciais nesta terça-feira (20), e praticamente em sua capacidade máxima: de um total de cerca de 50 estudantes, uma média de 40 compareceu à escola neste primeiro dia de retorno.

“A escola está segura com todas as medidas tomadas e nossos alunos têm percebido a preocupação em exigir deles o distanciamento e o uso de máscaras, assim como os pais”, conta Amenaide Pessoa, coordenadora pedagógica do Ensino Médio.

Para Raquel Menezes, 16, estudante de uma das duas turmas de primeiro ano da CFC, a sensação de segurança foi essencial para que ela voltasse hoje às aulas e com anuência da família.

"Estava ansiosa em rever meus amigos e todo mundo, e também sentia falta do contato presencial com o professor. A escola passa segurança com as medidas tomadas e isso dá tranquilidade para voltar e deixa minha família segura".

 

Raquel MenezesRaquel Menezes, 16, estudante da escola CFC

Entre as medidas estratégicas tomadas pela escola está a obrigatoriedade de que os estudantes cheguem com máscaras brancas, trocadas por outras de qualquer cor após o intervalo para recreio. “Dessa forma, temos um controle de que todos trocaram as máscaras e estão com outras limpas”, explica a coordenadora.

As cadeiras dos estudantes também integram as medidas de segurança tomadas pela escola, já que cada aluno tem um "lugar marcado" em sala.

Outra forma de evitar o contágio pelo novo coronavírus na unidade foi a restrição do uso do papel em sala durante as aulas, cuidado tomado pela coordenação da escola antes da pandemia, sob a justificativa de uma educação mais sustentável, e incrementada nestes dias de pandemia.

Sala de aula da CFCTablets e notebooks sâo ferramentas usadas pelos alunos da CFC, para evitar contato e troca de papeis


"Cada aluno traz o seu tablet ou notebook, isso faz com que se evite a troca de papeis entre eles. Com raras exceções, o material utilizado em sala não é compartilhado entre eles no formato de papel", contou Amenaide.

Escolas do Estado
As aulas nas escolas estaduais de Pernambuco devem ser retomadas nesta quarta-feira (21). Em contrapartida, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) anunciou que a partir da zero hora, os professores entram em greve.

Questionado pela reportagem sobre a decisão de greve dos professores da rede estadual, tomada pelo Sintepe, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) informou que não comenta o tema por este ser um assunto "em julgamento".

Veja também

Trump diz que deixará Casa Branca se vitória de Biden for confirmada
eua

Trump diz que deixará Casa Branca se vitória de Biden for confirmada

Ministério da Saúde anuncia recursos para leitos e programa de imunização
Coronavírus

Ministério da Saúde anuncia recursos para leitos e programa de imunização