Livros

Estudantes lançam livro sobre história de bairros

Livro 'Camaragibe das Minhas memórias - História Oral de Araçá' foi escrito por estudantes da Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Tito Pereira de Oliveira

Estudantes lançam livroEstudantes lançam livro - Foto: Divulgação

Reconhecer-se no bairro em que mora. Esse foi o grande objetivo dos estudantes da Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Tito Pereira de Oliveira, do município de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife (RMR) ao lançarem o livro “Camaragibe das Minhas memórias - História Oral de Araçá”.

A obra faz parte de uma coletânea feita por alunos do município que este ano também contará a história dos bairros de Vila da Fábrica e Vera Cruz. Sob orientação de educadores da unidade de ensino, os jovens do ensino médio caíram em campo e resgataram a origem de Araçá através de relatos dos moradores mais antigos, registros em cartórios e Diário Oficial.

“Eles se emponderaram do assunto para reconhecerem o bairro onde moram e se sentiram os próprios agentes dessa história. Muitos passaram a se interessar mais por leitura e ouviram dos anciãos que sem estudo você não é nada”, afirmou o então gestor da Erem, o professor Luiz Antônio Mendonça.

Leia também:
Harry Potter ajuda a salvar histórica biblioteca do Porto
Bibliotecas Médicas chegam à UFPE


O livro tem 102 páginas e foi iniciado em 2016 com cerca de 15 alunos orientados pela professora Nadja Assis e pela coordenadora da biblioteca da escola Célia Lira. Uma das curiosidades descobertas através do projeto, é sobre o surgimento dos primeiros moradores do local. 

“Muitas famílias que trabalhavam em chácaras no interior do Estado, descobriram em Aldeia um ambiente agradável para morar. A Estrada de Aldeia ajudou nesse sentido. Quem era convocado, da região Nordeste, para atuar na 2º Guerra Mundial era instruído no Centro de Instrução Marechal Newton Cavalcanti (Cimnc), que fica nessa estrada. Então no seu entorno foram surgindo as moradias”, explicou Mendonça.

Crislene Gomes, de 17 anos, cursa o terceiro ano do Ensino Médio na EREM, e foi uma das colaboradoras do livro. Atualmente, com a obra impressa em mãos, a estudante não só se orgulha do trabalho, mas tem um desejo de que a comunidade se aproprie da sua história.

“Foi uma experiência ótima. Eu não moro no Araçá, mas mergulhei fundo nas pesquisas e fiquei impressionada em como a gente pode descobrir tanta coisa conversando com antigos moradores. Quando eu sair da escola, vou poder falar aos atuais estudantes que contribui para fazer esse livro que é tão importante para o bairro. O desejo da gente é que ele ganhe as ruas da cidade, porque é muito interessante saber da história do local onde você vive”, disse.

O livro foi editado pela IGP Editora, e contou com o apoio da Fundação de Cultura de Camaragibe, AJ Serviços e Prestações, Unesco e Secretaria de Educação de Pernambuco. Ele está à venda na unidade de ensino pelo valor de R$ 20. Todo o dinheiro arrecadado serve para a aquisição de mais tiragens.

Veja também

Premiê da Itália, Giuseppe Conte, renuncia
Internacional

Premiê da Itália, Giuseppe Conte, renuncia

Ideologia levam médicos a receitar tratamento precoce contra Covid, diz presidente da AMB
Medicina

Ideologia levam médicos a receitar tratamento precoce contra Covid, diz presidente da AMB