Notícias

Estudantes ocupam Metrô do Recife em ação de combate ao bullying

A ação da Escola Vidal Negreiros faz parte de mobilizações que lembram o Dia Nacional de Combate ao Bullying

Usuários do metrô recebem cartilha de combate ao bullying.Usuários do metrô recebem cartilha de combate ao bullying. - Foto: Reprodução WhatsApp.

Quem passou pela Estação Central do Recife, em São José, na manhã desta sexta-feira (5), percebeu uma dinâmica diferente no metrô. De 5h30 às 8h30, estudantes da Escola de Referência em Ensino Médio Vidal Negreiros entregaram cartilhas para orientar os transeuntes sobre o perigo do bullying em todos os espaços sociais.

A mobilização contou com educadores e alunos, reunindo aproximadamente 50 pessoas que fazem menção ao Dia Nacional de Combate ao Bullying, no próximo domingo (7).

As cartilhas educativas foram confeccionadas por estudantes do 1° e 2° ano do Ensino Médio e explicam como a prática do bullying acontece e se desenvolve nas escolas, comumente disfarçado de brincadeiras. O objetivo da ação é levar o tema para um ambiente extra-escolar, que engloba um público diverso.

Leia também:
Estudantes orientam população sobre o bullying
Projeto combate bullying através do cordel em Olinda
Com música e palavras de apoio, estudantes retomam aulas em Suzano

O aluno do 2° da Escola Vidal de Negreiros, Matheus Eduardo, explica como surgiu a ideia: “O bullying não é uma prática que acontece só no âmbito escolar e sim na sociedade como todo. Então, pensamos em vir no metrô porque tem um fluxo maior de pessoas e preparamos as cartilhas para o aprendizado ficar mais fácil”.

O gestor do Erem Vidal Negreiros, Elmo Carneiros, ressalta a importância de tratar o assunto de forma séria. “O bullying não é brincadeira, é crime, é uma tema que não pode ser silenciado e tem que ser abordado a cada dia, não só no ambiente escolar mas também pelos educadores familiares”. Para ele, a ação promovida pela escola ajuda a espalhar a conscientização.

“O objetivo fazer com que o tema seja propagado com toda a sociedade civil para que a gente tenha condições de fazer esse alerta geral do bullying e da violência do âmbito escolar”, disse Elmo. Ainda, o educador explica que os alunos dispõem de apoio psicológico e orienta que busquem apoio. “É só com muito diálogo que a gente consegue tirar um jovem de uma situação de bullying”, reforça.

Veja também

Mudança climática afeta zangões, de acordo com estudo britânico
meio ambiente

Mudança climática afeta zangões, de acordo com estudo britânico

Nove pessoas são resgatadas após deslizamento de mina na Colômbia
Acidente

Nove pessoas são resgatadas após deslizamento de mina na Colômbia