Estudantes recebem celulares apreendidos em unidades prisionais

Essa foi a segunda entrega de celulares apreendidos nas unidades prisionais do Estado

Essa foi a segunda entrega de celulares apreendidos nas unidades prisionais do EstadoEssa foi a segunda entrega de celulares apreendidos nas unidades prisionais do Estado - Foto: Caio Danyalgil/Folha de Pernambuco

Do crime para a educação. Na manhã desta terça-feira (6), o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, entregou cerca de 2 mil aparelhos celulares apreendidos em unidades prisionais pernambucanas para distribuir entre estudantes de tecnologia em situação de vulnerabilidade social. A entrega aconteceu no Centro de Recondicionamento de Computadores do Recife, localizada no bairro de Dois Irmãos, e também contou com a doação de 10 kits de computadores para uma unidade de Coleta Seletiva de Jaboatão dos Guararapes.

O evento também chama atenção para o descarte incorreto de eletrônicos, que afetam o meio ambiente. Segundo o engenheiro ambiental Rodolfo Alves, o Centro de Recondicionamento é um dos pontos do Estados que aproveita, de forma sustentável, os dispositivos descartaria corretamente. “A gente une a questão do meio ambiente com o social, já que o que podemos aproveitar segue para aulas de robótica e reutilização”, conta.

Leia também:
Justiça entrega mais de dois mil celulares apreendidos em prisões
Suspeitos de invasão a celulares serão ouvidos nesta terça pela Justiça
Juiz prorroga prisão de acusados de hackear celulares de autoridades


Em abril deste ano, 640 celulares apreendidos foram distribuídos na primeira edição do evento. O aumento da quantidade de aparelhos, que chegou a triplicar, se deu por conta das maiores medidas de apreensão, como explica o Secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico. “Nossas unidades prisionais contam com revistas, scanner corporal, raio-x e agora a implementação dos bloqueadores de celular no Estado”.

Veja também

Mais de um milhão de mortes por Covid-19 registradas no mundo, aponta agência
Covid-19

Chega a mais de 1 milhão o número de pessoas mortas por Covid-19, diz agência

Covid-19: Brasil confirma 14.318 casos e 335 mortes nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS

Brasil confirma 14.318 casos e 335 mortes em 24 horas