Estudantes secundaristas protestam contra PEC 55 na área central do Recife

Manifestantes são contrários à PEC do teto dos gastos, que visa o congelamento do orçamento da União por 20 anos.

Manifestação de secundaristas na área central do RecifeManifestação de secundaristas na área central do Recife - Foto: Bruno Campos/Folha de Pernambuco

Um grupo de estudantes secundaristas da rede estadual de ensino de Pernambuco realizou uma manifestação na tarde desta quinta-feira (1º) na área central do Recife. O protesto teve início no meio da tarde. Por volta das 17h30, eles chegaram à Praça da República, em frente ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), onde fecharam a via de acesso ao Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo do Estado.

No local, entregaram uma carta de reivindicações a respeito da situação do ensino estadual ao segurança do Palácio. Por volta das 18h30, o ato terminou e o trânsito na região foi liberado.

Os manifestantes são alunos das escolas estaduais Sizenando Silveira, Ginásio Pernambucano (rua da Aurora), Cândido Duarte e Erem Paulo Freire. Eles protestaram contra a Proposta de Emenda Constitucional 55 (antiga 241), aprovada em primeiro turno no Senado no último dia 29 de novembro.

A matéria deve ser apreciada novamente, em segundo turno na casa. A proposta é conhecida como a PEC do Teto dos Gastos, que visa ao congelamento do orçamento da União por 20 anos.

Os advogados Gamaliel Marques e Luciana Arantes acompanham o grupo para que a "população possa se manifestar de forma democrática e pacífica". Ambos denunciaram a tentativa de ações violentas por parte dos policiais.

"Vamos ajudar todo o processo democrático que vai às ruas para que seja feito de forma pacifica e para que todo cidadão tenha direito de protestar pacificamente. Nesse percurso os policiais tentaram usar da violência, como usar spray de pimenta por exemplo, porém se intimidaram com nossa presenta", contou Marques.

Veja também

Psoríase: dermatologista alerta para tratamento da doença
Doença de pele

Psoríase: dermatologista alerta para tratamento da doença

Operação Ábdito da PF apura morte de indígenas em Roraima
Investigação

Operação Ábdito da PF apura morte de indígenas em Roraima