Estudo estima que apenas 5% da população da Espanha contraiu o coronavírus

Pesquisa publicada pelo governo constata que pouco mais de dois milhões de pessoas foram infectadas

Crianças fora de casa durante a Pandemia, na EspanhaCrianças fora de casa durante a Pandemia, na Espanha - Foto: JOSE JORDAN / AFP

Apenas 5% da população espanhola contraiu o novo coronavírus, ainda que essa taxa aumente para 10% na região de Madri e em outras do centro do país, segundo estudo publicado nesta quarta-feira (13) pelo governo.

"O estudo constata que 5% da população espanhola, em nível nacional, teve algum contato com o vírus, ou seja, pouco mais de 2 milhões de pessoas", declarou o ministro da Saúde, Salvador Illa, ao comentar os primeiros resultados parciais desse estudo iniciado em 27 de abril e que testou mais de 60.000 pessoas.

Leia também:

Controle do coronavírus pode levar 5 anos, diz cientista-chefe da OMS

Amazônia pode ser 'maior repositório de coronavírus do mundo', diz cientista brasileiro 

"O resultado que mais chamou atenção foi a grande variabilidade geográfica", ressaltou o ministro.

O estudo demonstra que o coronavírus circulou muito mais no centro do país, especialmente na capital, do que em outras regiões.

As maiores taxas de contágio foram registradas nas vizinhas Castilla e León, com 14,2% em Soria e Castilla-La Mancha por exemplo.

A Espanha, um dos países mais afetados pelo coronavírus no mundo, está longe do nível suficiente de contágio, estimado em 65% a 70% da população, a partir do qual se considera que haja um nível suficiente de imunidade coletiva.

Até agora, o governo espanhol relatou apenas os resultados de uma primeira onda de "testes rápidos" para encontrar anticorpos contra o coronavírus.

"Não encontramos diferenças entre homens e mulheres, nem nas faixas etárias", embora "seja verdade que crianças e adolescentes pareçam ter uma prevalência mais baixa", explicou o ministro.

A França, que ultrapassou o número de 27.000 mortes nesta quarta, publicou um estudo semelhante que mostra que menos de 10% da população foi infectada pelo novo coronavírus na região de Paris e no nordeste, as duas áreas mais afetadas no país. 

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

Veja também

Vaticano julga cardeal por escândalo financeiro
Religião

Vaticano julga cardeal por escândalo financeiro

País regrediu 20 anos na educação com pandemia, diz secretário
Educação

País regrediu 20 anos na educação com pandemia, diz secretário