"Eu não aceito a morte da minha filha desse jeito. Quero justiça", diz mãe de fisioterapeuta

Suely se despediu da filha, na manhã desta quinta-feira, em um velório realizado em uma funerária no bairro de Santo Amaro

Familiares de fisioterapeuta brutalmente assassinadaFamiliares de fisioterapeuta brutalmente assassinada - Foto: Alfeu Tavares/Folha de Pernambuco

Inconsolável, a mãe da fisioterapeuta que brutalmente assassinada na última quarta-feira (5), em um flat no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, pediu justiça. "Eu perdi a minha filha e eu não quero que aconteça isso com ninguém. Eu não sei o que fazer da minha vida. Deus não quer isso pra ninguém. Ele leva. Agora, matar, cortar e assassinar a minha filha? Eu quero justiça", declarou, aos prantos, Suely Araújo, que era amparada pelo marido.

"Eu não aceito a morte da minha filha desse jeito. Mirella era uma guerreira e não admitia violência contra mulheres. Estou sem forças para enterrar minha filha", finalizou Suely, que foi amparada pelo marido. A mãe se despede da filha, na manhã desta quinta-feira (6), em um velório realizado em uma funerária no bairro de Santo Amaro, na área Central do Recife.



Por volta das 11h, o corpo de Mirella foi colocado no veículo da funerária e levado para o Cemitério de Santo Amaro, onde será enterrado. Durante o ato, Mirella foi bastante aplaudida. Amigos e familiares também pediram justiça e providências ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara.

>> Leia mais: 
Familiares e amigos se despedem de fisioterapeuta assassinada
Suspeito de assassinato de fisioterapeuta fez exame de corpo de delito no IML
Vizinho suspeito de matar fisioterapeuta é levado para o DHPP
Polícia procura vizinho de fisioterapeuta assassinada em flat, em Boa Viagem
Mulher é degolada em apartamento no bairro de Boa Viagem, no Recife


Protesto
Um protesto está sendo programado para esta quinta (6), em frente ao Fórum Joana Bezerra, onde haverá uma audiência para decidir se o suspeito do crime será detido ou liberado. "Familiares e amigos estão se organizando para montar um levante. Precisaremos pressionar para que a justiça seja ágil e firme. Precisamos da ajuda de todas e todos. Feminicídio não pode ser tratado com impunidade. Mirella lutou muito para viver. Estamos todas destroçadas", diz a página do evento Mobilização Em Audiência De Custódia #SomosTodasMirella.

Entenda o caso
Mirella foi encontrada nua, por volta das 7h30 da última quarta-feira (5), com um corte profundo no pescoço e um ferimento na mão. O crime aconteceu dentro da casa dela, no 12º andar do Golden Shopping Home Service, na Avenida Ribeiro de Brito. O apartamento estava completamente revirado. Os peritos do Instituto de Criminalística (IC) acreditam que ela tenha sofrido uma esganadura.

O vizinho da fisioterapeuta, um comerciante do setor de cosméticos, foi preso como suspeito do homicídio. Ele é proprietário do quarto 1208 - vizinho ao da vítima - que estava com a porta manchada de sangue. A polícia, com a ajuda de um chaveiro, conseguiu abrir a porta e deteve o homem, que apresentava arranhões pelo corpo.

Veja também

Janet Yellen é confirmada como primeira secretária do Tesouro americano
EUA

Janet Yellen é confirmada como primeira secretária do Tesouro americano

Biden prevê atrasos nas negociações de ajuda financeira para a pandemia
EUA

Biden prevê atrasos nas negociações de ajuda financeira para a pandemia