CONFLITO NO ORIENTE MÉDIO

EUA acusa Putin de tentar 'tirar vantagem' da guerra entre Israel e Hamas

A vantagem citada seria a redução do apoio ocidental à Ucrânia

O secretário de Estado dos EUA, Antony BlinkenO secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken - Foto: Saul Loeb/AFP

O chefe da diplomacia americana, Antony Blinken, acusou nesta terça-feira (31) o presidente russo, Vladimir Putin, de tentar usar a guerra entre Israel e o movimento islamita Hamas para reduzir o apoio ocidental à Ucrânia.

"Putin tenta tirar vantagem do ataque do Hamas a Israel na esperança de que isso nos distraia (...) e leve os Estados Unidos a retirar os seus recursos" da Ucrânia, disse Blinken a um comitê do Senado.

Durante a mesma audiência, dedicada à ajuda à Ucrânia e a Israel, o secretário da Defesa dos EUA, Lloyd Austin, afirmou que Putin terá sucesso na sua tentativa de tomar o território ucraniano se os Estados Unidos deixarem de apoiar Kiev.

"Posso garantir que, sem o nosso apoio, Putin será vitorioso", disse ele.

"Se os deixarmos sem base agora, Putin só ficará mais forte e poderá fazer o que quiser: assumir o controle do território soberano do seu vizinho", acrescentou.

Os Estados Unidos são o maior fornecedor de ajuda militar à Ucrânia e desembolsaram dezenas de bilhões de dólares desde a invasão russa, em fevereiro de 2022.

O presidente democrata, Joe Biden, prometeu continuar a apoiar a Ucrânia, mas alguns republicanos se recusam a fazê-lo.

Blinken disse que qualquer corte na ajuda corre o risco de levar outros países a fazer o mesmo.

"A mensagem que isso enviaria (...) a cada um destes países é que os Estados Unidos estão abandonando o barco, então eles podem fazer o mesmo", disse ele.

     

Veja também

Fiocruz alerta para circulação simultânea da covid-19 e gripe
SAÚDE

Fiocruz alerta para circulação simultânea da covid-19 e gripe

Imip oferece bolsas de estudo gratuitas no curso técnico de enfermagem para pessoas com deficiência
Recife

Imip oferece bolsas de estudo gratuitas no curso técnico de enfermagem para pessoas com deficiência