MUNDO

EUA apresentaram projeto de resolução na ONU para um "cessar-fogo imediato" em Gaza, diz Blinken

Texto condiciona ato à libertação de reféns israelenses

 Antony Blinken, secretário de Estado dos EUA Antony Blinken, secretário de Estado dos EUA - Foto: Pablo Porciuncula/AFP

Os Estados Unidos submeteram um projeto de resolução ao Conselho de Segurança da ONU para pedir um “cessar-fogo imediato, ligado à libertação de reféns”, na Faixa de Gaza. A informação foi confirmada pelo secretário de Estado, Antony Blinken, numa entrevista na Arábia Saudita.

“Apresentamos uma resolução ao Conselho de Segurança, apelando a um cessar-fogo imediato ligado à libertação dos reféns, e esperamos que os países a apoiem”, disse Blinken ao Al Hadath News, durante uma visita à Arábia Saudita para discutir a guerra entre Israel e Hamas.

Blinken disse que espera que a iniciativa envie um “sinal forte”. Os Estados Unidos vetaram várias resoluções anteriores do Conselho de Segurança, que apelavam por um cessar-fogo imediato na guerra na Faixa de Gaza.

Blinken reuniu-se na Arábia Saudita com o príncipe herdeiro do reino petrolífero, Mohamed bin Salmán, e na quinta-feira planeja viajar ao Cairo para se encontrar com o presidente egípcio, Abdel Fatah al Sisi.
 

A guerra em Gaza eclodiu em 7 de outubro com uma incursão de militantes islâmicos que mataram 1.160 pessoas, a maioria civis, e sequestraram cerca de 250 no Sul de Israel, segundo um balanço da AFP baseado em dados oficiais israelenses.

Em retaliação, as forças de Israel lançaram uma ofensiva aérea e terrestre que até agora deixou 31.923 mortos, a grande maioria de civis, de acordo com o último balanço do Ministério da Saúde de Gaza.

Veja também

Eletrobras: trabalhadores poderão entrar em greve a partir de 3 de junho
Eletrobras

Eletrobras: trabalhadores poderão entrar em greve a partir de 3 de junho

PRF prende envolvido no 8 de janeiro que tentava fugir para Argentina
Fuga

PRF prende envolvido no 8 de janeiro que tentava fugir para Argentina

Newsletter