Internacional

EUA 'não permitirá que Rússia intimide' Europa com cortes de energia, diz Biden

Discurso foi feito após gigante russa suspender a entrega de gás à Bulgária e à Polônia

Estados Unidos não permitirão que a Rússia use "chantagem de gás" para pressionar aliados europeus, declarou o presidente norte-ameiricano, Joe Biden Estados Unidos não permitirão que a Rússia use "chantagem de gás" para pressionar aliados europeus, declarou o presidente norte-ameiricano, Joe Biden  - Foto: ANNA MONEYMAKER / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP

Os Estados Unidos não permitirão que a Rússia use "chantagem de gás" para pressionar aliados europeus e minar as sanções impostas a Moscou pela invasão da Ucrânia, declarou o presidente americano, Joe Biden, nesta quinta-feira (28).

"Não permitiremos que a Rússia intimide ou chantageie para contornar essas sanções. Não permitiremos que a Rússia use seu petróleo e gás para evitar as consequências de sua agressão", disse Biden em discurso na Casa Branca.

"Estamos trabalhando com outros países, como Coreia (do Sul), Japão ou Catar, para ajudar nossos aliados europeus ameaçados por essa chantagem russa de gás", acrescentou.

A gigante de gás russa Gazprom suspendeu na quarta-feira todas as entregas de gás para a Bulgária e a Polônia, ambos membros da União Europeia e da Otan, aumentando a ameaça de escassez na Europa Central e Oriental, mas também em todo o continente europeu.

"De certa forma, a Rússia está atirando no próprio pé" ao se privar da receita das vendas de gás para esses dois países, afirmou o chefe da diplomacia americana, Antony Blinken, nesta quinta-feira (28) em uma audiência no Comitê de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados.

Blinken também apontou para o aumento das remessas de gás natural liquefeito dos EUA para a Europa "para ajudar a compensar quaisquer deficiências, incluindo aquelas que podem resultar da tentativa da Rússia de usar isso como uma forma de chantagem".

A Alemanha, em particular, enfrentou críticas por ter fortalecido a Rússia ao depender do gás de Moscou.

Veja também

Tumulto no Desfile do Orgulho em NY após confusão entre fogos de artifício e tiros
Estados Unidos

Tumulto no Desfile do Orgulho em NY após confusão entre fogos de artifício e tiros

Queda de arquibancada em tourada deixa 4 mortos e centenas de feridos na Colômbia
Acidente

Queda de arquibancada em tourada deixa 4 mortos e centenas de feridos na Colômbia