CRISE NA UCRÂNIA

EUA recomenda americanos a saírem da Rússia 'imediatamente'

Opções aréas estão diminuindo devido às sanções

Foto: Daniel LEAL / AFP

Os Estados Unidos recomendaram, nesta segunda-feira (28), que seus cidadãos deixem a Rússia "imediatamente".

"Os cidadãos americanos devem considerar ir embora da Rússia imediatamente por meio das opções de viagens comerciais ainda disponíveis", declarou o Departamento de Estado em um comunicado, que já havia desaconselhado viagens ao país.

A diplomacia americana adverte que estas opções comerciais estão diminuindo, devido às sanções internacionais que incluem o fechamento do espaço aéreo de muitos países para aviões russos.

A nova advertência foi emitida, levando-se em conta, também, que os Estados Unidos decidiram, nesta segunda-feira, permitir a saída do pessoal não essencial de sua embaixada em Moscou. 

"A capacidade do governo americano de oferecer serviços de rotina, ou de emergência, a cidadãos americanos na Rússia é extremamente limitada", ressalta o Departamento de Estado, que também alerta para o risco de "perseguição" por parte das autoridades russas de cidadãos americanos.

Veja também

Alemanha diz que vazamento de conversa sobre a guerra na Ucrânia foi um "erro individual"
guerra na ucrânia

Alemanha diz que vazamento de conversa sobre a guerra na Ucrânia foi um "erro individual"

Motorista de 72 anos morre e outras quatro pessoas ficam feridas em colisão na BR-104, no Agreste
Taquaritinga do Norte

Motorista de 72 anos morre e outras quatro pessoas ficam feridas em colisão na BR-104