POLÍCIA

Ex-integrante da Marinha é preso por tráfico de armas, em Vitória de Santo Antão, Mata Sul de PE

Preso é suspeito de integrar quadrilha de traficantes de drogas e armas

Armamento apreendidoArmamento apreendido - Foto: Divulgação/PRF

Um motorista, de 25 anos, de identidade não informada, foi preso, na tarde da última sexta-feira (10), em Vitória de Santo Antão, na Mata Sul de Pernambuco, por tráfico de armas.

Informações da Polícia Federal indicam que ele é natural do Rio de Janeiro e residente em Salvador, na Bahia. O suspeito não possui antecedentes criminais.

A prisão foi possível através de troca de informações de policiais federais da Bahia com agentes militares do Batalhão de Operações Especiais e da Polícia Militar de Pernambuco, dando conta de que um possível traficante de armas estaria em Vitória de Santo Antão com vários fuzis e munições.

“Durante o interrogatório, o preso falou que já foi militar da Marinha na Bahia, saindo em 2019, e que recebeu uma proposta para guardar uma caixa lacrada sem saber o que havia dentro dela e que por esse serviço receberia a quantia de R$ 5 mil, sem dar maiores detalhes da pessoa que o havia contactado. Por fim informou que estava nessa residência por cerca de 10 dias”, explica o assessor de comunicação social da Polícia Federal em Pernambuco, Giovani Santoro.

De posse dessas informações foi montada uma operação policial com o objetivo de localizar, identificar e prender o possível transportador de armas e drogas para integrantes de facções criminosas da Bahia.

A ação teve êxito quando, por volta das 14h, o suspeito foi localizado e preso, no loteamento São Severino, quando estava tentando sair num veículo gol branco e com ele foi apreendida uma pistola .40 carregada com 11 munições. Ainda foram encontrados, num buraco feito em um dos quartos da residência do homem dois fuzis .556, além de mais de 100 munições .556 e .45. Também foram apreendidos quatro aparelhos celulares, um notebook e o veículo gol.

Terminado os trabalhos ostensivos, o suspeito recebeu voz de prisão em flagrante, foi informado dos direitos e garantias constitucionais que tinha e, em seguida, foi conduzido para Polícia Federal, no Recife, onde acabou sendo autuado pela prática do crime contido nos artigo 16 da lei 10.826/03, por “possuir, portar, adquirir, fornecer, receber, ter em depósito, transportar, manter sob sua guarda, arma de fogo, acessório ou munição de uso restrito, sem autorização e em desacordo com determinação legal ou regulamentar”, e 288 (associação criminosa) do Código Penal e caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 3 a 10 anos de reclusão. 

Ainda de acordo com a Polícia Federal, o homem é suspeito de integrar uma quadrilha de traficantes de drogas e armas que, na última quinta-feira, (09), resultou na abordagem e apreensão de embarcação que transportava cerca de 1,8 toneladas de cocaína numa balsa que foi abordada na Baía de Aratu, pela Lancha de Inspeção Naval Blindada Caraúna, junto com policiais federais e civis, além de fuzileiros navais. A droga oculta no interior da embarcação estava acondicionada em embalagens apropriadas para travessia marítima, o que indica que faria a travessia do Oceano Atlântico.

Balsa apreendidaBalsa apreendida | Foto: Divulgação/PRF

Veja também

Valdemar afirma ter sido comunicado por Tarcísio sobre filiação ao PL: 'Ele vem antes das eleições'
troca de partido

Valdemar afirma ter sido comunicado por Tarcísio sobre filiação ao PL: 'Ele vem antes das eleições'

Buscas ao presidente prosseguem no Irã após acidente de helicóptero
Acidente

Buscas ao presidente prosseguem no Irã após acidente de helicóptero

Newsletter