Prisão

Ex-marido de dentista morta em Paulista é preso por suspeita de feminicídio

Por meio de nota, Polícia Civil informou que ele foi encontrado nesse sábado (27), em cumprimento de mandado de prisão preventiva.

Dentista Emelly Nayane da Silva, 24Dentista Emelly Nayane da Silva, 24 - Foto: Reprodução/Instagram

A Polícia Civil de Pernambuco confirmou neste domingo (28) a prisão do ex-marido de Emelly Nayane da Silva, de 24 anos, Lívio Quirino Neto. Ele é o principal suspeito de matar a dentista, que morreu na última segunda-feira (22) em um hospital de Paulista, na Região Metropolitana do Recife. Na declaração de óbito, consta que a vítima tinha marcas de afixia por esganadura.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que o homem foi detido nesse sábado (27) por meio da Operação Resguardo, que contou com agentes da equipe de investigação da 7ª Delegacia de Homicídios de Paulista (7ª DPH) e da 1ª Divisão de Homicídios Metropolitana Norte (1ª DHMN).

Na ação, os policiais cumpriram um mandado de prisão preventiva por suposto crime de homicídio qualificado, como feminicídio, expedido pelo juiz da 1ª Vara Criminal da cidade.

Nas redes sociais, a mãe da vítima, Josimeri Bento, agradeceu a todos que oram por justiça para a filha, “independente de religião”. “A justiça está sendo feita, obrigada a cada um. Continuarei orando a cada um de vocês, em nome da minha filha Emelly”, escreveu.

 

Veja também

UFPE publica edital de matrícula relativo ao SISU 2021 com novo cronograma
Graduação

UFPE publica edital de matrícula relativo ao SISU 2021 com novo cronograma

Estudos afirmam que variante britânica do coronavírus não aumenta a gravidade da doença
Pandemia

Estudos afirmam que variante britânica do coronavírus não aumenta a gravidade da doença