A-A+

Ex-presidiário é preso por matar namorada com toalha em motel em Gravatá

Conhecido como Nego Lau, o suspeito foi preso pouco tempo depois, em Bezerros

Homem matou a companheira com uma toalha em um motelHomem matou a companheira com uma toalha em um motel - Foto: Cortesia

Um ex-presidiário foi preso em flagrante por feminicídio pouco tempo depois de matar a namorada de 18 anos asfixiada com uma toalha em um motel às margens da BR-232, em Gravatá, no Agreste de Pernambuco.

Conhecido como Nego Lau, o homem, que possui passagens no sistema prisional por tráfico de drogas e receptação, confessou ter matado a companheira, identificada como Maria Luiza da Silva Ferreira, aos policiais militares que atenderam a ocorrência. O crime ocorreu por volta das 4h dessa segunda-feira (6).

Leia também:
Corpo de ex-presidiário assassinado é encontrado em escadaria em Olinda
Vendedora é presa na CEF de Gravatá ao tentar dar golpe com consignado


Os dois teriam iniciado uma discussão em um bar e depois seguiram para o motel, onde Nego Lau enforcou a mulher. Ele ainda arrastou o corpo da vítima até o banheiro para que não fosse notado pelos funcionários do estabelecimento. A prisão ocorreu em Bezerros, também no Agreste, para onde o homem foi após ter cometido o crime.

Uma tatuagem com o nome da mulher próxima à sobrancelha esquerda do suspeito chamou a atenção dos policiais. O suspeito foi autuado em flagrante pelo crime de feminicídio. O caso será investigado pela Delegacia de Gravatá, sob a responsabilidade do Delegado Álvaro Grako.

Veja também

Reforço da Pfizer aumentou em 20 vezes número de anticorpos em vacinados com Coronavac
Pesquisa

Reforço da Pfizer aumentou em 20 vezes número de anticorpos em vacinados com Coronavac

Marinha renova alerta, e ventos fortes e ressaca no Litoral de Pernambuco devem seguir até quarta
Pernambuco

Marinha renova alerta, e ventos fortes e ressaca no Litoral devem seguir até quarta