Ex-presidiário suspeito de ser ligado ao PCC é preso em PE

Segundo a Polícia Militar, o homem vinha aterrorizando os moradores da região e é considerado um criminoso de alta periculosidade. Ele foi detido por porte ilegal de armas e tráfico de drogas.

Material apreendido pelos policiaisMaterial apreendido pelos policiais - Foto: Divulgação/PMPE

Um ex-presidiário suspeito de integrar a facção Okaida, ligada à organização criminosa paulista Primeiro Comando da Capital (PCC), foi preso em flagrante por porte ilegal de armas e tráfico de drogas no início da madrugada deste sábado (5) em Itambé, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. A Okaida atua nas cadeias da Paraíba e o homem foi denunciado anonimamente por populares. Segundo a Polícia Militar, o detido vinha aterrorizando os moradores da região e é considerado um criminoso de alta periculosidade.

Leia também
Justiça manda prender 30 policiais acusados de envolvimento com o PCC
Membros da cúpula do PCC são encontrados mortos no Ceará


Policiais do 2º Batalhão da Polícia Militar realizaram buscas na cidade de Ferreiros, também na Mata Norte, após receberem denúncias que dois homens em uma moto estavam praticando assaltos na localidade. O efetivo não localizou os suspeitos e foram informados em seguida que eles estariam no distrito de Ibiranga, em Itambé. Eles foram encontrados em frente a uma casa e, ao perceberem a aproximação dos policias, correram para o interior da residência.

Um dos suspeitos conseguiu escapar pelos fundos, mas o outro foi preso. Os policiais revistaram a casa e encontraram no quarto do ex-presidiário duas espingardas calibre 12, munições, 750 gramas de maconha prensada, oito gramas de crack e uma balança de prisão.

O ex-presidiário recebeu voz de prisão em flagrante e foi encaminhado junto com o material apreendido à Delegacia de Polícia Civil de Goiana, na Região Metropolitana do Recife. Uma mulher que estava com o suspeito no local também foi levada à delegacia, mas como testemunha.

Veja também

Novo apagão atinge cidades do Amapá
BLECAUTE

Novo apagão atinge cidades do Amapá

Brasil aplica mais de 1,7 milhão de vacinas contra Covid em 24h
MARCA

Brasil aplica mais de 1,7 milhão de vacinas contra Covid em 24h