Ex-reitor da UPE, Júlio Correia morre aos 76 anos

Acadêmico tinha a admiração da comunidade e teve a morte lamentada pelo governador Paulo Câmara

Reitoria da UPEReitoria da UPE - Foto: Peu Ricardo/Arquivo Folha

Júlio Correia, ex-reitor e ex-professor da Universidade de Pernambuco (UPE), morreu nesta quinta-feira aos 76 anos. O enterro irá ocorrer nesta sexta (30), às 10h, no cemitério Morada da Paz. Em nota oficial, a UPE se solidarizou e decretou luto de três dias.

No ano em que a instituição foi fundada, o acadêmico se tornou o primeiro reitor e ganhou notoriedade na comunidade quando implementou as Escolas de Aplicação da UPE nas cidades do interior pernambucano. O governador Paulo Câmara também prestou solidariedade ao falecimento e exaltou a trajetória de Júlio Correia.

Leia a nota do governador na íntegra: 

Foi com profunda tristeza que recebi a notícia do falecimento do professor Júlio Correia. Acadêmico proeminente, foi o primeiro reitor da Universidade de Pernambuco, quando da sua fundação, em 1991, e criador das Escolas de Aplicação da UPE no interior. Também deu imensa contribuição como diretor da Faculdade de Administração e Direito da instituição. Quero externar meus sentimentos aos seus familiares, especialmente ao seu filho, o secretário de Desenvolvimento Urbano Marcelo Bruto, aos amigos e à toda comunidade acadêmica. 

Leia também:

Profissionais da Saúde de Pernambuco terão suporte psicológico

Grupo faz campanha para arrecadar recursos para avental hospitalar no Recife 

Veja também

Recife tem 70% da população adulta vacinada contra Covid-19 com ao menos uma dose
Saúde

Recife tem 70% da população adulta vacinada contra Covid-19 com ao menos uma dose

Vaticano julga cardeal por escândalo financeiro
Religião

Vaticano julga cardeal por escândalo financeiro