Exército faz evento com foco na comunicação

Semana de atividades do Exército terá participação do Diretor Operacional da Folha de Pernambuco, José Américo

CCOMEx fará atualização dos profissionais de comunicaçãoCCOMEx fará atualização dos profissionais de comunicação - Foto: Cortesia

A comunicação social é o foco de uma semana de atividades internas do Comando Militar do Nordeste (CMNE), que envolverá profissionais de mídia desta Força. Da próxima segunda até quinta-feira, o staff do Centro de Comunicação Social do Exército (CCOMEx) estará no Quartel General, que fica no bairro do Curado, no Recife, promovendo palestras e oficinas sobre planejamento, fotografia e filmagem. Na terça-feira, dia 19, a programação abre para a participação do Diretor Operacional da Folha de Pernambuco, José Américo. Convidado para proferir a palestra “A interação dos órgãos de mídia com o Exército”, José Américo foi o único civil convidado para falar aos militares.

“Ficamos extremamente honrados de sermos escolhidos. Farei uma apresentação do Grupo EQM, de início. Na sequência, ressaltarei as ações cívico-sociais do Exército brasileiro, como, por exemplo, a missão de paz do Haiti e ações de apoio e logística durante a greve dos caminhoneiros, entre outras. Destacarei ainda as múltiplas e positivas ações do Exército que a Folha de Pernambuco reverberou com responsabilidade nas suas diversas plataformas, como por exemplo, a desobstrução do canal do Fragoso, a construção de barragens, ação de hospital móvel”, comentou o Diretor Operacional.

Leia também:
[Fotos] Comando Militar do NE homenageia brasileiros que estavam em missão no Haiti
Solenidade no Comando Militar do Nordeste encerra Semana do Exército


O chefe de Comunicação do CMNE, coronel Marcos Antônio, explicou que o evento faz parte da visita de orientação técnica do órgão superior de comunicação de Brasília, que aporta a cada dois anos nas unidades pelo País. “O CCOMEx faz a visita, chama militares da área que trabalham na comunicação social e vai ensinar, atualizar, nivelar conhecimento e uniformizar procedimentos. Ou seja, eles vão transmitir conhecimento, mas também ouvir dificuldades, o que temos de possibilidades, o que temos de equipamento e pessoal”, explicou.

A atualização de técnica e linguagens em comunicação tem sido um tema frequente do CMNE, que em março realizou um simpósio acadêmico. O encontro reuniu integrantes das organizações militares que integram o CMNE, jornalistas, estudantes e profissionais da área. O coronel Marcos Antônio contou que uma das novidades da comunicação da instituição com a população foi a autorização para que o CMNE administrasse páginas nas redes sociais Facebook e YouTube, canais até então não utilizados no nível regional. “Isso muda bastante a ideia que se tinha antes em relação à mídia social. É algo bem recente ainda, mas um exemplo [de compreensão] dessas novas tecnologias e uma nova visão de comunicação”, comentou.

Segundo ele, as novas mídias aproximam o cidadão das ações do Exército, uma vez que permitem uma interação. “Servem como um termômetro. Não que a gente vá mudar toda uma concepção de trabalho do Exército, mas vamos passar a saber o que aquele determinado nicho que está nos acompanhando na página está dizendo”, apontou.

Veja também

G7 se compromete a combater pandemia, crise climática e os desafios da China e Rússia
Líderes

G7 se compromete a combater pandemia, crise climática e os desafios da China e Rússia

Famílias de classe D são as que sofrem mais impacto na pandemia
Primeira infância

Famílias de classe D são as que sofrem mais impacto na pandemia