A-A+

Recife

Explosão em subestação de energia deixa dois feridos em prédio do Dnit e da PRF no Pina

Vítimas são funcionários de terceirizada que presta serviços à Polícia Rodoviária. Elas foram levadas para o Hospital da Restauração e estavam conscientes.

Bombeiros foram acionados, mas não há foco de incêndio no localBombeiros foram acionados, mas não há foco de incêndio no local - Foto: Divulgação/PRF

A subestação de energia do prédio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no bairro do Pina, Zona Sul do Recife, explodiu na tarde desta quinta-feira (29). Dois funcionários de uma empresa terceirizada ficaram feridos.

De acordo com a assessoria de imprensa da PRF, a explosão ocorreu às 15h30 em uma subestação de força, que alimenta o circuito elétrico do edifício. O imóvel fica na avenida Antônio de Góes.

As vítimas, identificadas como Carlos Alberto Cipriano da Silva e Everton Henrique Pereira, sofreram queimaduras e foram levadas para o Hospital da Restauração, na área central da Capital pernambucana. As idades deles não foram informadas.

Ainda segundo a corporação, ambos estavam conscientes quando foram socorridos. Eles trabalham em uma empresa que presta serviços para a PRF.

A estrutura atingida pela explosão não foi comprometida e não há foco de incêndio no local. Apesar disso, o Corpo de Bombeiros e a Celpe foram acionados.

Por meio de nota, o Corpo de Bombeiros informou que socorreu uma das vítimas, um homem de 21 anos, sem identificá-lo. Ele tinha queimaduras de 1º grau no pescoço, nos antebraços e na mão direita. O segundo ferido foi encaminhado pelo Samu.

A corporação disse ainda que a explosão foi no transformador de energia e os dois funcionários faziam a manutenção do equipamento.
 

Veja também

Saúde promove Dia "D" de vacina antirrábica na fronteira com a Bolívia
Saúde

Saúde promove Dia "D" de vacina antirrábica na fronteira com a Bolívia

Talibãs exibem corpos de sequestradores em cidade no Afeganistão
Mundo

Talibãs exibem corpos de sequestradores em cidade no Afeganistão