Família procura estudante de enfermagem desaparecida em Jaboatão

Andressa Santos, 18 anos, saiu de casa, no último sábado (9), dizendo que iria numa lan house e não voltou mais

Wellington à esquerda, Andressa no meio e Lucivânia à direitaWellington à esquerda, Andressa no meio e Lucivânia à direita - Foto: Cortesia/Whatsapp

Familiares procuram por uma jovem de 18 anos desaparecida desde sábado (9), no bairro de Cajueiro Seco, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. Wellington Faustino Silva, padrasto da garota que se chama Andressa Santos, informou que ela saiu de casa por volta das 18h, dizendo que iria a uma lan house, próxima à residência, para uns imprimir trabalhos e não voltou mais. "Ela saiu toda arrumada, com identidade e mais de R$100,00", contou.

A desaparecida é estudante de enfermagem, mora com sua mãe, padrasto e irmão mais novo. Segundo o padastro, após o sumiço, um colega de sala de Andressa comentou que a jovem estava agindo de maneira estranha na última quarta-feira (6). "Ela sempre volta com uns colegas para casa quando larga do curso, e um colega dela me disse que, ao invés de desembarcar na estação de Cajueiro Seco, ela desceu duas estações antes, no Monte dos Guararapes, e ficou lá esperando alguém", relatou Wellington.

Leia também:
Vendedor desaparecido é achado em hospital após surra em assalto
Adolescentes desaparecidas em Jaboatão são encontradas em Carpina
Universitário recupera filhote de pitbull que estava desaparecida

Ao tentar contato, a família percebeu que a estudante deixou o celular em casa. O padrasto relata que adolescente é calma, não tem namorado e não passou por relacionamentos conturbados. A mãe de Andressa, Lucivânia Santos, registrou boletim de ocorrência na Delegacia de Prazeres. Quem tiver informações pode ligar no celular de Lucivânia (81) 98833-5075 ou de Wellington (81) 98765-9821.

Veja também

Número de casos da Covid-19 chega a 8,75 milhões no Brasil
Boletim Pandemia

Número de casos da Covid-19 chega a 8,75 milhões no Brasil

Organizadores de ato que terminou com invasão do Capitólio trabalharam para campanha de Trump
EUA

Organizadores de ato que terminou com invasão do Capitólio trabalharam para campanha de Trump