Fátima Bernardes fala sobre relacionamento à distância: “Não temos tempo para desentendimentos”

A apresentadora está com Tulio Gadêlha há sete meses

A apresentadora está com Tulio Gadêlha há sete mesesA apresentadora está com Tulio Gadêlha há sete meses - Foto: Divulgação

Não é segredo para ninguém que Fátima Bernardes está radiante com seu relacionamento com Tulio Gadêlha. Luiza Possi convidou a jornalista, que será sua madrinha de casamento, para dar algumas dicas, em seu canal no YouTube, sobre como manter um relacionamento à distância. A apresentadora e o pernambucano estão juntos há sete meses e, pelo visto, os pombinhos venceram mesmo a distância, já que ele mora no Recife e ela no Rio de Janeiro.

“Esta não é a situação que a gente sonha, né?! Acho que as pessoas gostam, quando se amam, de estarem juntas. Mas a vida não é feita de situações ideais. Entre estar com uma pessoa que vale a pena longe, e uma que não vale a pena, mas perto, a opção é óbvia que é pelo que vale a pena. Então a gente acaba criando alguns artifícios, algumas maneiras. Eu também não sei por quanto tempo isso é viável, eu estou há sete meses nessa situação e está tudo muito bem, muito tranquilo”, explica Fátima.

Ela também conta que em qualquer relacionamento, nem tudo são as mil maravilhas. “Tem dia que você está maleável e tem dia que não está, tem vantagens e desvantagens. A grande desvantagem que você não está perto da pessoa quando você deseja, só quando é possível, isso não é bom”, conta a apresentadora. Fátima explica que, no namoro, existe a vantagem do ‘gostinho de começo’, que se mantém até hoje.

“Tem aquela coisa de você manter por mais tempo aquele calor do início de um romance, você fica com uma expectativa maior por muito mais tempo. Acredito que uma pessoa que esteja namorando há sete meses ou já morando junto, se vendo toda hora, não esteja na mesma situação que eu estou porque você cria uma expectativa para aquela chegada”.

A jornalista afirma que os dois não perdem tempo com bobagens. “É um tempo de muita qualidade. Um aborrecimento... às vezes casais demoram dias para resolver, a gente não tem esse tempo. A gente não tem tempo nem para o desentendimento”.

Veja também

Síndrome rara relacionada ao coronavírus atinge crianças
COVID-19

Síndrome rara relacionada ao coronavírus atinge crianças

TSE suspende consequências para quem não votou nas eleições de 2020
DECISÃO

TSE suspende consequências para quem não votou nas eleições de 2020