Saúde

Febre do TikTok: Andar de costas na esteira faz bem para a saúde? Entenda

Prática evita sobrecarregar as articulações do joelho, mas aumenta risco de acidentes na academia

EsteiraEsteira - Foto: Reprodução: Pinterest

Se você for à academia e ver alguém andando de costas na esteira, não se assuste: esse hábito inusitado viralizou no TikTok, com usuários dizendo que a prática faz bem para saúde. Entre os supostos benefícios está a maior força nas pernas e a melhor coordenação motora. Mas não é bem assim.

O professor de educação física Márcio Atalla explica que caminhar de costas na esteira é bom para evitar dores no joelho, mas alerta para riscos.

— Quando você faz a caminhada de costas, você usa bastante a parte posterior da coxa e poupa a articulação do joelho. Esse é o principal benefício — diz Atalla, que também alerta que a prática pode ser perigosa. — Fora isso, não tem benefício que vale o risco. Você não tem uma visão completa e pode perder o equilíbrio, aumentando o risco de acidente. Por isso, é bom ter a supervisão de um professor.

Já em relação à queima de calorias, a diferença entre andar normalmente e de costas é muito pouca, na prática. Atalla afirma que caminhar para trás exige maior atenção e nos deixa mais em estado de alerta. Mas por outro lado, ao andar para frente, é possível caminhar mais rápido, o que implica em um gasto calórico maior.

Alguns usuários do TikTok comentam que andar de costas é mais eficiente para prevenir doenças da mente, como o Alzheimer, por exigir maior atenção. No entanto, Atalla também desmente esse boato.

— Na verdade, qualquer atividade física vai prevenir doenças. Todo exercício que você consegue aprender algo novo e tem desafios traz benefícios — ele explica.

Veja também

De homem ativo a um corpo "em estado caquético": quem era "Tio Paulo", levado para banco
Rio de Janeiro

De homem ativo a um corpo "em estado caquético": quem era "Tio Paulo", levado para banco

Apenas 22% do público-alvo se vacinou contra a gripe
dengue

Apenas 22% do público-alvo se vacinou contra a gripe

Newsletter