Saúde

Febre maculosa: fazenda suspende atividades por 30 dias após três óbitos confirmados para a doença

Quarta morte é investigada

 Fazenda Santa Margarida, Campinas Fazenda Santa Margarida, Campinas - Foto: Reprodução

A Fazenda Santa Margarida, em Campinas, informou que decidiu suspender atividades por 30 dias diante do surto de febre maculosa entre ex-participantes de uma feijoada realizada no local, em 27 de maio. Ao todo, o evento recebeu 3 mil pessoas.

Em nota, o centro de eventos informou que deve "viabilizar e estruturar medidas de adequação necessárias". A decisão, diz a nota, partiu da própria empresa "uma vez que a região passa por momento delicado, essa decisão visa assegurar o bem-estar de nossos visitantes, colaboradores e da comunidade em geral".

Na tarde de ontem, membros da Diretora do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), ligada à secretaria de Saúde de Campinas, estiveram no local e estipularam medidas a serem seguidas pela fazenda. Entre elas: a instalação de placas de alerta do risco e a proibição de passagem dos visitantes por área com grama, como ocorre na ala de estacionamentos.

O evento está no centro de um surto de febre maculosa que matou duas mulheres e um homem. Mais um caso fatal está sob investigação. A doença é transmitida por carrapatos e é endêmica na região de Campinas.

Veja também

H1N1: conheça melhor a doença viral que acometeu Silvio Santos
VÍRUS

H1N1: conheça melhor a doença viral que acometeu Silvio Santos

Kai Madison: quem é a Neta de 17 anos de Trump que fez aparição surpresa na Convenção Republicana
eua

Kai Madison: quem é a Neta de 17 anos de Trump que fez aparição surpresa na Convenção Republicana

Newsletter