Fellaini deixa hospital depois de três semanas internado

Meio-campo ex-Manchester United precisará passar 14 dias de isolamento social

Marouane Fellaini comemorando gol pelo Manchester UnitedMarouane Fellaini comemorando gol pelo Manchester United - Foto: Paul Ellis/AFP

O belga Marouane Fellaini, único jogador a atuar na elite do futebol chinês a dar positivo para coronavírus, deixou o hospital depois de três semanas internado, anunciou o clube nesta terça-feira (14).

"Fellaini foi testado e, após ver que está curado, pôde deixar o hospital hoje (14)", anunciou em breve comunicado o Shandong Luneng, clube da cidade de Jinan (leste), onde o belga de 32 anos joga há um ano.

O ex-jogador do Manchester United deverá respeitar 14 dias de isolamento social, como prevê o protocolo chinês, antes de poder ser reintegrado ao elenco do clube e voltar a treinar. O anúncio de sua doença, em 22 de março, logo após sua volta à China, adiou os planos da federação de retomar as atividades do futebol profissional no país.

Leia também:
Goleiro que enfrentou seleção do penta é internado com Covid-19
Após perder pai e avô, Montillo tem mãe diagnosticada com a Covid-19


A China, epicentro da pandemia da Covid-19, controlou, segundo os dados, a propagação do coronavírus, mas as autoridades temem uma segunda onda de contaminação, procedente de casos importados do estrangeiro.

Veja também

Grupo suspeito de furtar caixas eletrônicos em Maceió é detido no Grande Recife
FLAGRANTE

Grupo suspeito de furtar caixas eletrônicos em Maceió é detido no Grande Recife

Anvisa encerra análise de pedido de uso emergencial da Covaxin
SAÚDE

Anvisa encerra análise de pedido de uso emergencial da Covaxin