Feriado com praias e parques vazios no Recife

Em Boa Viagem, na Zona Sul, policiais militares, agentes de trânsito e guardas municipais fazem a fiscalização na orla para cumprimento de decreto

Praia de Boa Viagem, Zona Sul do RecifePraia de Boa Viagem, Zona Sul do Recife - Foto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

Um dia após o Governo de Pernambuco prorrogar, até 30 de abril, o decreto que determina o fechamento de parques públicos, praias e seus calçadões, devido à pandemia do novo coronavírus, esses espaços públicos amanheceram vazios no Recife. Apesar de nesta terça-feira (21) ser celebrado o feriado de Tiradentes, a maior parte da população resolveu ficar em casa. Outro fator que pode ter contribuído para o cumprimento das medidas restritivas foi o dia nublado. Desde as primeiras horas da manhã, houve registros de pancadas de chuva na cidade.

Em Boa Viagem, Zona Sul da capital pernambucana, poucas pessoas se aventuraram a ir às ruas e praticar alguma atividade física. Na avenida Visconde de Jequitinhonha, a baixa de circulação de carros encorajou algumas pessoas a correrem e caminharem na pista central. Já na avenida Boa Viagem, devido à proibição imposta pelo decreto, teve gente que usou a calçada do lado oposto à praia para se exercitar. Ao longo da via, vários policiais militares, agentes de trânsito e guardas municipais faziam a fiscalização e orientavam a população.

Leia também:
Em 24h, Pernambuco registra 218 infecções e 26 mortes por Covid-19
Covid-19 segue o fluxo da BR-232 e invade o Interior de PE


Na orla do Pina, também na Zona Sul, a situação não era muito diferente. O local estava vazio. Em Brasília Teimosa, a reportagem flagrou um grupo de quatro homens jogando futevôlei. Um pouco mais à frente, no Buraco da Velha, apenas um homem e dois cachorros se aventuraram a entrar no mar. Diferentemente do que foi visto em Boa Viagem, não havia equipes de fiscalização nesse trecho da orla do Recife.

Usados normalmente pelos adeptos da vida saudável, os parques Santana e Jaqueira, ambos na Zona Norte do Recife, estavam com os portões fechados nesta terça-feira. Nas proximidades de ambos, poucas pessoas apareceram caminhando ou pedalando. Apesar do decreto e da movimentação fraca, comerciantes abriram os quiosques na entrada da Jaqueira. Preocupada com o avanço da Covid-19, Nilma Melo, 47, contou que só sai de casa quando é realmente necessário. "Além disso, redobrei os cuidados preventivos, como lavagem das mãos", falou.

Esse decreto tem o objetivo de evitar a concentração e a aglomeração de pessoas nesses espaços. Permanece vedado ao público o acesso às praias e ao calçadão das avenidas situadas nas faixas de beira-mar e de beira-rio em Pernambuco, bem como aos parques públicos localizados no Estado, para a prática de qualquer atividade. A proibição do acesso a essas localidades foi decretada inicialmente no dia 3 de abril. Com o avanço da pandemia, o Governo decidiu estender ainda mais o prazo de fechamento, agora para o dia 30 deste mês.

Pesquisa realizada pelo Paraná Pesquisa apontou que o Nordeste é a região que mais apoia o isolamento social para conter o novo coronavírus. Nesta semana, durante coletiva de imprensa, o secretário estadual de Saúde, André Longo, informou que a expansão da doença está diretamente ligada ao afrouxamento das medidas restritivas, cujo índice chega a 50%, longe do ideal de 70%. “Temos visto que o índice de isolamento social tem caído em nosso Estado, o que nos traz uma grande preocupação e temor sobre a consequência dessa redução”, disse na ocasião.

Balanço
Mais 218 casos confirmados e 26 mortes por Covid-19 foram registradas nas últimas 24 horas em Pernambuco. Os números, divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) no fim da manhã deste feriado de Tiradentes, fazem subir para um total de 2.908 casos confirmados da doença no Estado. Já o total de óbitos passa de 200: exatos 206.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Bolsonaro diz que só toma vacina aceita na Europa e nos EUA e exclui modelo 'lá de São Paulo'
Presidente

Bolsonaro diz que só toma vacina aceita na Europa e nos EUA e exclui modelo 'lá de São Paulo'

TSE pede ao Supremo acesso aos inquéritos das fake news e dos atos antidemocráticos
Justiça

TSE pede ao Supremo acesso aos inquéritos das fake news e dos atos antidemocráticos