Férias antecipadas de professores da rede particular são mantidas

Prazo de retorno das atividades é atualizado para o fim do mês e sindicato aguarda governo para decidir sobre maio

Sala de AulaSala de Aula - Foto: Divulgação

O Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de Pernambuco (Sinepe/PE) comunicou o prolongamento das férias dos professores e alunos das escolares particulares do Estado. À princípio, o acordo entre a entidade e sindicato dos docentes da rede particular determinou que a suspensão temporária das atividades encerraria nesta quinta-feira. A nova determinação estipula o prazo de 15 dias para um possível retorno, ou seja, até o fim de abril.

Leia também:

Covid-19: Pernambuco soma 1.154 casos e mais de 100 mortes, entre elas a de um bebê de 7 meses

Supermercados devem limitar em 50% número de clientes, diz Geraldo Julio 

Em nota, o Sinepe ressalta que terá de “aguardar o pronunciamento das autoridades competentes” para decidir se as aulas retornam ou mantém a suspensão mês de maio. Cerca de 20 mil professores e 400 mil alunos não vão aos seus respectivos colégios desde 18 de março, data em que o Governo do Estado designou o fechamento das escolas e o início das férias antecipadas.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Troca de placas interdita faixas nas Mascarenhas por 45 dias
Recuperação

Troca de placas interdita faixas nas Mascarenhas por 45 dias

Chuvas de meteoros podem ser avistadas nas próximas madrugadas
ESPETÁCULO

Chuvas de meteoros podem ser avistadas nas próximas madrugadas