Festa encerra comemoração de 100 anos da coroação de Nossa Senhora do Carmo

Segundo o Frei Rosenildo Alexandre, reitor da Basílica do Carmo, a festa finaliza as comemorações que foram iniciadas em agosto de 2018

A imagem de Nossa Senhora do Carmo chegou à Basílica do Carmo, no bairro de Santo Antônio, no século XVII, tem 2,2 metros de altura e pesa 250 quilosA imagem de Nossa Senhora do Carmo chegou à Basílica do Carmo, no bairro de Santo Antônio, no século XVII, tem 2,2 metros de altura e pesa 250 quilos - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Em comemoração ao encerramento dos 100 anos da coroação canônica de Nossa Senhora do Carmo como Rainha de Recife e de Pernambuco, a Província Carmelitana no Estado realiza, entre os dias 18 e 21 deste mês, uma celebração com missas, adorações eucarísticas, romaria, procissão e shows.

Segundo o Frei Rosenildo Alexandre, reitor da Basílica do Carmo, a festa finaliza as comemorações que foram iniciadas em agosto de 2018. “Essa é uma celebração centenária e histórica. Estamos montando uma estrutura parecida com a festa do Carmo, que acontece durante o mês de julho. E para que ela fique ainda mais especial, contamos com a presença de todos os fiéis”, contou.

Leia também:
Fiéis lotam Basílica para celebrar dia de Nossa Senhora do Carmo; veja fotos
Exposição traz centenário da coroação de Nossa Senhora do Carmo
Peregrinação marca 100 anos da coroação canônica de Nossa Senhora do Carmo


O Frei contou ainda que a procissão vai contar com a imagem original da santa que receberá coroas de flores e transporte especial.“Há 100 anos que a imagem não sai da Basílica e estaremos descendo ela do altar nessa comemoração. Estamos confeccionado um andor para carregar a imagem que sairá em direção à Faculdade de Direito do Recife, onde ela será coroada novamente pelo Dom João Costa e depois seguirá em procissão de volta a Basílica”, explicou.

A imagem de Nossa Senhora do Carmo chegou à Basílica do Carmo, no bairro de Santo Antônio, área central do Recife, no século XVII, confeccionada em madeira nobre, com 2,2 metros de altura e pesando 250 quilos. No dia 21 de setembro de 1919, a imagem saiu pela primeira vez do altar central da Igreja e percorreu as ruas do Recife até a Faculdade de Direito, no bairro da Boa Vista, onde foi coroada com uma coroa de 3.000 gramas de ouro e 60 centímetros de altura pelo então papa Bento XV que também concedeu a bênção canônica à imagem através do pedido popular que solicitou a coroação por meio de abaixo assinado ma época.

Programação
No dia 18 acontecerá a Santa Missa, ao meio-dia, presidida pelo reitor da Igreja do Carmo de Olinda, frei Luiz Nunes. Às 15h, terá a Hora da Graça, com celebração e adoração eucarísticas e louvor, com a presidência do reitor da Basílica do Carmo, frei Rosenildo Alexandre. Às 19h, acontecerá a primeira noite dos festejos com cerimônia eucarística e pregação do bispo da Diocese de Cajazeiras, na Paraíba,frei Francisco de Sales.

No dia 19, segundo dia do festejo, Santas Missas serão celebradas às 7h, 8h, 10h, 12h e 15h. Às 19h, a pregação da celebração religiosa será com o arcebispo metropolitano de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido. Às 21h se apresenta em uma palco que estará montado em frente a Basílica, a banda Los Cubanos.

No dia 20, as cerimônias seguem nos mesmos horários: 7h, 8h, 10h, 12h e 15h. A`s 19h, a pregação da celebração da Santa Eucaristia vai ser com o vigário geral da Arquidiocese de Olinda e Recife e com o pároco de Nossa Senhora de Fátima de Boa Viagem, monsenhor Luciano Brito. À noite, a partir das 21h, a cantora Irah Caldeira se apresenta no palco.

Já no sábado, 21, uma programação especial foi montada para o encerramento das comemorações do centena´rio da coroação de Nossa Senhora do Carmo.

A partir das 6h, a Romaria da Gratidão sairá da Igreja do Carmo de Olinda em direção a Basílica do Carmo do Recife, num percurso de 9 km. Às 10h, será celebrada a Santa Missa de acolhida da romaria, com a presidência do reitor da Igreja do Carmo de Olinda, frei Luiz Nunes.

Às 12h, acontecerá a Celebração Eucarística presidida pelo reitor da Basílica do Carmo do Recife, frei Rosenildo Alexandre. Às 15h, uma Santa Missa campal será presidida pelo arcebispo de Aracaju, dom João Costa. Logo em seguida, às 16h, acontecerá a procissão com a imagem de Nossa Senhora do Carmo, ornada com uma coroa de rosas na cabeça.

O cortejo sairá da Basílica do Carmo e seguirá pelas avenidas Nossa Senhora do Carmo e Martins de Barros, passando em frente ao Pala´cio do Campo das Princesas, sede do Governo Estadual, ponte Princesa Isabel e ruas da Aurora, João Lira, do Hospício e Princesa Isabel.

Em frente à Faculdade de Direito, na Boa Vista, área central do Recife, será montada uma estrutura que irá receber a imagem da Santa para o ato da Coroação Canônica com uma réplica da coroa que foi usada há 100 anos.

Logo após o evento celebrativo, a procissão retorna a Basílica do Carmo pela rua e ponte Princesa Isabel, rua do Sol e avenidas Guararapes e Dantas Barreto até o pátio do Carmo. Dentro da programação cultural está o show do sanfoneiro Dudu do Acordeon que irá receber os devotos da Flor do Carmelo. que fará o enceramento das comemorações.

Veja também

Taxa de contágio do coronavírus volta a subir em Nova York
EUA

Taxa de contágio do coronavírus volta a subir em Nova York

Costureiras do Cabo de Santo Agostinho irão produzir máscaras para a população vulnerável
Cabo de Santo Agostinho

Costureiras do Cabo de Santo Agostinho irão produzir máscaras para a população vulnerável