Celebração

Fiéis fazem fila para celebrar Nossa Senhora do Carmo, padroeira do Recife

Às 14h, imagem da santa desfilará em carro aberto pelas ruas da cidade

Celebração pelo dia de Nossa Senhora do Carmo, padroeira do RecifeCelebração pelo dia de Nossa Senhora do Carmo, padroeira do Recife - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Muitos devotos de Nossa Senhora do Carmo foram à Basílica dedicada à santa, no centro do Recife, na manhã desta sexta-feira (16), para homenagear a padroeira da cidade. 

Fiéis davam volta no Pátio do Carmo a fim de acompanhar as celebrações e estarem mais próximos à imagem de Nossa Senhora. 

A missa solene de encerramento foi celebrada às 9h, pelo arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, na Basílica do Carmo, que destacou a importância da fé durante a pandemia. “É muito importante porque é um consolo para o povo de Deus. Maria é a nossa querida mãe, a querida padroeira, e as pessoas sentem necessidade de estar presente”, disse. 

O arcebispo também ressaltou o início das comemorações pelo centenário da Basílica: “Essa basílica é muito querida do povo e por isso mesmo ela foi elevada à condição de basílica. Agora começam as celebrações e preparação para o centenário, que terá o seu auge no próximo ano”.

De hora em hora, haverá missa na Basílica e, também, no claustro do Convento e na Igreja da Ordem Terceira do Carmo. A última está marcada para as 18h.

Segundo o Frei Rosenildo Alexandre, reitor da Basílica do Carmo, a igreja buscou promover o distanciamento social, em razão da pandemia, mas não conseguiu impedir os momentos de aglomeração entre os fiéis. "A gente organizou, com gradil, para que as pessoas pudessem não aglomerar. No entanto, a gente trata de uma festa de mais de um milhão de pessoas, são muitos devotos de Nossa Senhora, e as pessoas vêm motivadas pela fé", disse.

De acordo com reitor, as missas foram antecipadas para que as pessoas pudessem transitar com mais facilidade no interior do convento. "Nós devemos continuar, sim, a ter os cuidados necessários, manter o distanciamento, higienização com álcool e as máscaras. Isso é muito exigido na entrada aqui da basílica", comentou. "Nós organizamos a festa para 100 missa mas vai passar muito mais disso. Eu acredito que em torno de 150 missas, ou mais, estão sendo presididas", completou. 

Dona Maria das Graças da Silva, de 55 anos, empregada doméstica, foi homenagear a padroeira da cidade. “Sou devota de Nossa Senhora com muito amor e hoje eu só quero dizer gratidão por tudo, por tantas graças que ela me concede todos os dias”, disse. E fez um pedido especial: “Saúde, para todos nós, para a humanidade, mais saúde, mais respeito. Que eu acho que está faltando muito respeito do ser humano para com o outro”.

O auxiliar de cargas e descarga Thiago Ribeiro, 34, foi acompanhado da namorada, Ana Carolina de Santana, 25, auxiliar administrativa. “Eu sou devoto desde que nasci. Todo ano venho às celebrações”, contou.

Imagem Peregrina 
Às 14h, a imagem peregrina de Nossa Senhora do Carmo desfilará em carro a céu aberto pelas ruas do Centro do Recife e de bairros vizinhos.

Veja também

Comitê recomenda que réveillon no Rio de Janeiro seja mantidoPandemia

Comitê recomenda que réveillon no Rio de Janeiro seja mantido

A cada dois minutos uma criança é infectada com HIV no mundo, diz UnicefSaúde global

A cada dois minutos uma criança é infectada com HIV no mundo, diz Unicef