Fiocruz inicia testes da zika e chikungunya no Recife

A Fiocruz pretende com o teste ter uma noção das epidemias de zika e chikungunya. A ideia também é de identificar qual a população do Recife está mais vulnerável as doenças

Mosquito da dengueMosquito da dengue - Foto: Reprodução/Internet

A equipe da Fiocruz Pernambuco deu inicio nesta terça (21) ao Inquérito de Arbovirose do Recife. O objetivo é identificar os números de casos da zika, chikungunya e dengue na cidade em diferentes níveis socioeconômicos.

O teste visa a dimensionar qual o patamar das epidemias de zika e chikungunya na capital pernambucana. A ideia também busca identificar qual a população do Recife está mais vulneráveàs doenças. Uma equipe com dez profissionais identificados visitam os domicílios, que serão escolhidos por sorteio. Segundo a Fiocruz, 1,5 mil casas serão visitadas, o que corresponde a 3,5 mil pessoas.

Leia também:
Especialistas alertam para epidemias de Zika e Chikungunya no verão
Governo Federal enviará 120 militares e 36 voluntários da saúde para Roraima

As visitas ocorrerem das 17h às 21h, de segunda a quinta, e de 9 às 12h, aos sábados. O cidadão que estiver com o sintoma da arbovirose ou que teve nos últimos 30 dias vai passar por um teste mais detalhado por meio de coleta de sangue, urina e saliva. Todo o material será encaminhado ao Departamento de Virologia e Terapia da Fiocruz.  

Veja também

Pernambuco passa dos 3 milhões com esquema vacinal completo
Covid-19

Pernambuco passa dos 3 milhões com esquema vacinal completo

Aliança Nacional busca reduzir mortalidade materna e neonatal
saúde

Aliança Nacional busca reduzir mortalidade materna e neonatal