Coronavírus

Fiscalização do Procon-PE encontra irregularidades em bares do Recife

Ação aconteceu na noite da última sexta-feira (15) e fiscalizou mais seis bares na capital pernambucana

Procon interditou bar na Zona Norte do RecifeProcon interditou bar na Zona Norte do Recife - Foto: Divulgação/Procon-PE

Leia também

• Procon interdita bar na orla de Olinda por superlotação

• Bar e restaurante em Boa Viagem está funcionando de forma irregular, diz Procon-PE

• Procon-PE interdita bar na Zona Norte do Recife

• Procon-PE alerta para renovações automáticas indevidas

Durante fiscalização do Procon-PE, juntamente com as equipes da Polícia Militar (PM), Corpo de Bombeiros (CBPM) e Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa), foram encontradas irregularidades em dois bares localizados na Região Metropolitana do Recife. A ação aconteceu na noite desta sexta-feira (15) e visitou seis bares nos bairros de Boa Viagem, Ipsep, Santana e Beberibe, dois deles apresentaram irregularidades.

Este é o primeiro final de semana em que passou a valer a proibição de sons nos bares, lanchonetes, restaurantes e estabelecimentos similares, bem como, na faixa de areia das praias, pelo prazo de 30 dias.

No bairro do Ipsep, Zona Sul do Recife, o Luciano Bar foi autuado pelo Procon-PE por não respeitar o limite de dez pessoas por mesa e o distanciamento entre elas. As equipes registraram também a ausência de demarcação nas filas do caixa, além do estabelecimento ocupar uma possível área pública sem regularização, nesse caso será acionada a Dircon.  

Já no bairro do Santana, Zona Norte da capital pernambucana, o Seu Tito Boteco foi autuado e interditado, pois foram constatadas as seguintes irregularidades: lotação acima do limite; mais de dez pessoas nas mesas e ausência de distanciamento entre elas; e som com altura inadequada. O CBPM também autuou e interditou o local por apresentar plano de incêndio vencido desde outubro de 2019. Nos demais locais visitados as equipes não identificaram irregularidades. “O Procon, nessa operação conjunta com os demais órgãos, vem intensificando as fiscalizações para garantir a segurança e a saúde do consumidor pernambucano”, destacou a gerente de Fiscalização do Procon-PE, Danyelle Sena.  

Os fiscais do Procon-PE também orientaram os donos de outros estabelecimentos sobre a importância do cumprimento dos protocolos gerais de combate à Covid-19. 

De acordo com o órgão, já foram fiscalizados 319 bares e restaurantes e interditados 26 estabelecimentos, somando R$ cerca de 500 mil em multas. A ação, em conjunto com outros órgãos, visa ao cumprimento dos protocolos de prevenção da Covid-19 determinados pelo Governo do Estado.
Camaragibe 

Bares e restaurantes também passaram por fiscalização nesta sexta-feira (15), porém as abordagens foram feitas pela PM e Guarda Municipal, com apreensões de drogas e de pessoas. Os bairros incluídos foram Primavera, Pedreiras, dos Estados (Buraco Fundo), Praça da Coimbral e Bairro Novo do Carmelo.

Veja também

Primeiro caso da Covid-19 no Brasil completa um ano
Pandemia

Primeiro caso da Covid-19 no Brasil completa um ano

Olinda inicia vacinação contra Covid-19 de idosos de 80 a 84 anos
Coronavírus

Olinda inicia vacinação contra Covid-19 de idosos de 80 a 84 anos