Flávia Saraiva cai da trave e fica em quinto na ginástica

Ginasta brasileira deixou a final do aparelho na quinta colocação ao somar a nota de 12.300 pontos

Flávia Saraiva é uma das que tem vaga garantida em Tóquio-2020Flávia Saraiva é uma das que tem vaga garantida em Tóquio-2020 - Foto: Divulgação

A brasileira Flávia Saraiva, esperança da ginástica brasileira pela conquista da 50ª medalha em Jogos Pan-Americanos, caiu da trave de equilibro e ficou na quinta colocação da final do aparelho nesta quarta-feira (31).

Última atleta a competir, Flavia apresentou uma série com alto grau de dificuldade, porém cometeu erros de execução. Ela se desequilibrou logo no começo da apresentação e depois chegou a cair do aparelho. As duas falhas fizeram com que a brasileira terminasse a prova na quinta colocação, com 12.300 pontos. Na fase classificatória, ela somou 12.900 pontos, nota suficiente para avançar à final do aparelho. No individual geral, no qual conquistou a medalha de bronze, Flávia diminuiu os erros e recebeu nota 13.500. Se tivesse repetido a marca, teria conquistado a medalha de bronze.

Enquanto aguardava a sua vez de entrar em ação, Flavinha viu as primeiras atletas que se apresentaram, Ariana Orrego (Peru) e Danusia Francis (Jamaica), caírem da trave. Uma das principais adversárias da ginasta brasileira no aparelho, a norte-americana Riley Cusker, classificada para a final com nota de 14.200, se desequilibro no aparelho e sofreu uma queda na aterrissagem. As falhas deram a ela nota de 13.333.

Na apresentação seguinte, foi a vez da favorita e também norte-americana Kara Eaker, competir. Com uma apresentação segura, que valeu nota de 15.266, ela jogou toda a responsabilidade para a brasileira, que subiu na trave em sequência.

Leia também:
Meligeni cumpre promessa e vibra com sobrinha no Pan
Chico Barretto leva mais um ouro para a ginástica no Pan

Salto
Paralelamente à competição da trave, o brasileiro Luis Guilherme Porto buscava uma vaga no pódio no salto sobre a mesa. Com a nota de 13.650, ele ficou na sétima colocação.

No masculino, o Brasil ainda disputa nesta quarta-feira as finais de barra fixa, com Arthur Nory e Chico Barretto; e nas barras paralelas, com Caio Souza e Chico Barretto. No feminino, Flavinha Saraiva e Thais Fidelis ainda competem no solo. Após as apresentações desta quarta-feira, a ginástica se despede dos Jogos Pan-Americanos de Lima.

Veja também

Depois de 652 dias, Bélgica consegue formar um governo
internacional

Depois de 652 dias, Bélgica consegue formar um governo

Em um ano, pobreza na Argentina sobe e passa a atingir 18,5 milhões de pessoas
internacional

Em um ano, pobreza na Argentina sobe e passa a atingir 18,5 milhões de pessoas