Flávia Saraiva ganha o bronze no individual geral do Pan

O ouro ficou com a canadense, com 55,250, e a prata, com Riley Mc. Cusker, dos EUA, com 55,125

Flávia Saraiva é uma das que tem vaga garantida em Tóquio-2020Flávia Saraiva é uma das que tem vaga garantida em Tóquio-2020 - Foto: Divulgação

Flávia Saraiva conquistou nesta segunda-feira (29) sua segunda medalha nos Jogos Pan-Americanos de Lima. Depois do bronze por equipes, o terceiro lugar da ginasta agora foi no individual geral, decidido no aparelho que Flavinha mais levanta a torcida: o solo.

Flavia Saraiva levantou a torcida no ginásio Villa el Salvador com sua leveza e carisma onde mais encanta e conquistou a melhor nota no solo do dia 13,900, o que garantiu à medalha de bronze ao Brasil com o total de 54, 350 pontos. A melhor nota de Flavia no dia, no entanto, foi no salto: 14,150.

Depois de se classificar em quinto lugar para a competição individual, Flavia Saraiva teve pela frente as fortes rivais dos Estados Unidos, Kara Eaker e Riley Mc. Cusker, e a canadense Ann Elsabeth Black. As três estavam na mesma rotação da brasileira. O ouro ficou com a canadense, com 55,250, e a prata, com Riley Mc. Cusker, dos EUA, com 55,125.

A conquista não foi nada fácil. Com nota mais baixa nas barras assimétricas, Flavia foi para a trave precisando de uma boa pontuação para beliscar a medalha para chegar ao solo. Depois de arrancar aplausos no solo, Flavia teve de esperar as três irem para suas apresentações no solo para confirmar a medalha, que veio após não ser ultrapassada pelas norte-americanas.

É o segundo bronze individual geral de Flávia Saraiva em Jogos Pan-Americanos. A ginasta já havia conquistado o terceiro lugar em Toronto, em 2015.

Leia também:
Pan: Brasil tem 4 semifinais contra EUA nesta segunda
Equipe brasileira de ginástica é ouro no Pan de Lima

Veja também

Mais de um milhão de mortes por Covid-19 registradas no mundo, aponta agência
Covid-19

Chega a mais de 1 milhão o número de pessoas mortas por Covid-19, diz agência

Covid-19: Brasil confirma 14.318 casos e 335 mortes nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS

Brasil confirma 14.318 casos e 335 mortes em 24 horas