ONU

Fome se agrava no mundo e perspectivas para 2020 são sombrias, diz ONU

De acordo com as últimas estimativas, no ano passado, a fome afetava em torno de 690 milhões de pessoas

FomeFome - Foto: Alfeu Tavares/Folha de Pernambuco

Quase uma em cada nove pessoas sofreu de desnutrição crônica em 2019, uma proporção que deve se agravar com a pandemia de Covid-19 - aponta um relatório anual da ONU divulgado nesta segunda-feira (13).

De acordo com as últimas estimativas, no ano passado, a fome afetava em torno de 690 milhões de pessoas, ou seja, 8,9% da população mundial, relata o documento da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), redigido com a colaboração do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o Programa Mundial de Alimentos e a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Veja também

UFRPE lidera estudo para identificação da Covid-19 por cães
Pesquisa

UFRPE lidera estudo para identificação da Covid-19 por cães

Nova Zelândia estuda prorrogação do confinamento em Auckland
Coronavírus

Nova Zelândia estuda prorrogação do confinamento em Auckland