Foragido de Alcaçuz é preso no Recife por assalto a banco em Porto de Galinhas

Quarto suspeito detido pela investigação da Polícia Civil se chama Jairo 'Peruquinha'

Agência do Banco do Brasil de Porto de GalinhasAgência do Banco do Brasil de Porto de Galinhas - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

A Polícia Civil de Pernambuco apresentou o quarto dos nove suspeitos de participar do assalto ao Banco do Brasil e à Caixa Econômica Federal, em Porto de Galinhas, na última sexta-feira (3). O delegado Paulo Berenguer efetuou a prisão de Jairo Manoel Carvalho da Silva, conhecido como ‘Peruquinha’. Ele é foragido da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte.

O delegado Paulo Berenguer ainda comentou que fará conciliação dos bens dos suspeitos presos na ação com os ganhos mensais, porque acredita fortemente na incompatibilidade com os imóveis e veículos apreendidos. “ São apartamentos com aluguéis caros, praticamente na beira-mar de Boa Viagem, em uma área extremamente valorizada. E os carros são veículos de luxo, camionetes fechadas, cujos preços podem ultrapassar R$ 200 mil”, conta.

Apesar de foragidos da Penitenciária de Alcaçuz, os suspeitos Alisson Breno e Jairo ‘Periquinha’ ficarão detidos em Pernambuco. Paulo Berenguer aponta fatos marcantes que podem incriminar os presos até agora. “Encontramos cédulas de dinheiro rasgada, uma ação de guilhotina, que um dispositivo de segurança utilizado em cofres de agências bancárias. Celulares, drogas, e roupas que estão sendo comparadas com as imagens que recebemos da ação em Porto de Galinhas, da Guarda Municipal de Ipojuca, com excelente qualidade”, destacou o delegado.

Além de Jairo ‘Peruquinha’, foram presos Alisson Breno Pereira de Lima, Paulo Donizete Siqueira de Souza, o Vírus - considerado o maior assaltante de bancos do país -  e Paulo César Diógenes Targino Júnior, o “Cesinha”. Outros cinco suspeitos continuam sob investigação da Polícia Civil.

 

Veja também

Recife abre vacinação contra a Covid-19 para o público a partir de 28 anos
Coronavírus

Recife abre vacinação contra a Covid-19 para o público a partir de 28 anos

Campanha nacional contra Bolsonaro marca nova manifestação para 7 de setembro
Protesto

Campanha nacional contra Bolsonaro marca nova manifestação para 7 de setembro