A-A+

Força-tarefa fiscaliza corredores de segurança para o Carnaval do Recife

Um grande público é esperado para a celebração carnavalesca que inicia nesta sexta-feira (18)

Força-tarefa em fiscalização para o Carnaval do RecifeForça-tarefa em fiscalização para o Carnaval do Recife - Foto: Jose Britto / Folha de Pernambuco

Com o Carnaval já batendo na porta, uma força-tarefa, no fim da tarde desta terça-feira (18), esteve garantindo a segurança para os foliões nas via da Avenida Marquês de Olinda e Avenida Rio Branco, no Marco Zero, bairro do Recife Antigo.

Integraram essa força-tarefa o Corpo de Bombeiros,  a Dircon, a Celpe, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE),  o Samu, o Controle Urbano da Prefeitura do Recife, a Secretaria de Turismo e a Secretaria de Empreendedorismo do Recife. Os integrantes analisaram a estrutura da montagem dos corredores no local. A abertura do Carnaval no Recife acontece nesta sexta-feira (21). Um grande público é esperado para a celebração carnavalesca que irá durar cinco dias.

O tenente coronel do Corpo de Bombeiros Erick Aprígio, responsável pela operação, comentou sobre os esquemas de segurança planejados para o local. “As avenidas Marquês de Olinda e Rio Branco contarão com corredores de segurança e ambulâncias para o atendimento ao folião. Na Torre Malakof também haverá um posto médico do Samu e do Corpo de Bombeiros para garantir essa segurança.”

Leia também:
Recife prepara estrutura para receber as pessoas com deficiência no Carnaval
Prévias para passar as horas antes da abertura do Carnaval, esta semana


Com o intuito também de garantir todo o atendimento e tráfego da população no Bairro do Recife,  também será monitorada a chegada e a saída de pessoas de forma tranquila. “Não pode haver veículos estacionados nos locais. Nenhuma estrutura pode atrapalhar o chegar e o sair da população, para que as pessoas transitem de forma tranquila”, explicou Aprígio.

Também de olho no fornecimento de energia elétrica das barracas de comidas e lanchonetes, o tenente comentou o trabalho da Celpe. “A companhia elétrica permite as ligações oficias e provisórias solicitadas, além de bloquear as clandestinas, que podem provocar incêndios e grandes acidentes. Então, esse é o nosso trabalho conjunto, para sempre poder dar segurança a quem vai trabalhar e a quem vai brincar", finaliza o tenente coronel do Corpo de Bombeiros.

Veja também

Navegue na edição digital da Folha de Pernambuco desta quinta-feira (21)
IMPRESSO

Navegue na edição digital da Folha de Pernambuco desta quinta-feira (21)

Americanos e europeus se preocupam com programa de armamento norte-coreano
Mundo

Americanos e europeus se preocupam com programa de armamento norte-coreano