A-A+

Diplomacia

França precisa 'descolonizar' sua história, diz Argélia

Lamamra destacou que o presidente francês, Emmanuel Macron, sofre de "esquecimento da história"

Macron é alvo de críticas da ArgéliaMacron é alvo de críticas da Argélia - Foto: Ludovic Marin/AFP

O ministro das Relações Exteriores da Argélia, Ramtane Lamamra, disse à França para "descolonizar" sua história, no último ataque verbal entre Paris e sua ex-colônia na África. 

Em uma viagem a Mali, cujo junta no poder é ferozmente criticada pela França, Lamamra destacou que o presidente francês, Emmanuel Macron, sofre de "esquecimento da história", segundo a televisão maliana.

"Nossos parceiros estrangeiros precisam descolonizar sua própria história", alfinetou Lamamra.

"Precisam se libertar de certas atitudes, certos comportamentos, certas visões que estão intrinsecamente ligados à lógica incoerente impulsionada pela suposta missão do Ocidente de trazer a civilização", acrescentou. 

Esta missão - completou o ministro - "foi a fachada ideológica usada para tentar conseguir a aceitação do crime contra a humanidade que representou a colonização da Argélia (por parte da França), a colonização do Mali e a colonização de tantos povos africanos".

Na terça-feira (5), Macron disse esperar que as tensões com a Argélia "se acalmem". Afirmou ainda que suas relações com o presidente Abdelmadjid Tebboune são "verdadeiramente cordiais".

 

bur-lal/sst/ri/dl/mab/mb/tt

© Agence France-Presse

Veja também

Aos 83 anos, morre o arquiteto Ruy Ohtake, filho da artista Tomie Ohtake
Luto

Aos 83 anos, morre o arquiteto Ruy Ohtake, filho da artista Tomie Ohtake

Ensino a distância conquista adeptos e aumenta após fim de restrições
Educação

Ensino a distância conquista adeptos e aumenta após fim de restrições